RESENHA | Submissão, de Maya Banks




Submissão é um romance contemporâneo da conhecida autora Maya Banks. Este livro faz parte de uma trilogia chamada Surrender (que significa rendição). Os três livros são focados em casais diferentes, em três amigas e seus pares. Um casal aparece no outro, mas não há a necessidade de ler um para ler o outro. Submissão é o segundo livro da trilogia, e tem como protagonista Kylie Breckenridge. Ela perdeu o irmão a pouco tempo, e ainda sofre as consequências emocionais dos abusos que passou na mãos do pai. Por causa disso, ela não tem nenhum desejo de se envolver emocionalmente com alguém.

É quando Jensen Tucker, o novo sócio da empresa onde Kylie trabalha, começa a demonstrar interesse nela, e não está disposto a desistir. Mas Kylie não acredita que seja possível se envolver com um homem que parece ser tão dominador, quanto os maridos de suas amigas. Mas é difícil resistir ao jeito carinhoso e protetor de Jensen, e de como ele quer ajudá-la a superar o trauma do passado e dar oportunidade de ter um relacionamento verdadeiro com ele.

Eu gosto muito dos livros da Maya Banks. Sejam eles contemporâneos ou de época. A história de Submissão é bem simples, mas carregada de poder dramático, já que Kylie tem uma vida baseada em rotinas e numa sensação de segurança que ela precisa ter, após ter passado por abuso sexual e emocional de seu pai, quando nova. É muito fácil se apegar a ela, e ficar ansioso por vê-la crescer um pouco a cada atitude que Jensen tem com ela.


Jensen é um personagem também encantador. Ele faz tudo que pode para deixar Kylie confiante e relaxada perto dele. Para um homem que já teve relacionamentos de dominador/submissa, de forma física, ele deixa muito claro que quer a submissão emocional da Kylie. Na verdade, ele quer que ela confie nele, coisa que ela nunca fez com  ninguém além do irmão. Ele pode ser protetor com ela, más jamais a sufoca ou a obriga a fazer algo que não esteja confortável.

Como falei, a história é simples, sem grandes reviravoltas, mas trás um drama bem profundo, e acho que isso torna a história bem especial. Eu, particularmente, gostei mais de Devoção (terceiro livro), porque a história já começa com o casal junto, sofrendo de uma crise no casamento. Dá para ver, que a autora buscou trazer romances bem reais, com um pouco desse universo da dominação, mas nada que seja pesado demais para o leitor. É tudo bem leve, e as cenas românticas são muito boas. Vale a pena dar uma conferida nessa série, com bons livros para ler e relaxar.


0 comentários

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)