CRÍTICA | GOOD TROUBLE


Os fãs de The Fosters mal tiveram tempo de sofrer com a chegada do fim da série, já que logo foi anunciado que um spinoff já estava em desenvolvimento.

Depois de cinco anos acompanhando a vida turbulenta da família Adams Foster, Good Trouble foca em duas de nossas personagens favoritas. Agora adultas e formadas, Callie e Mariana estão de mudança para Los Angeles, para onde vão com grandes sonhos e onde descobrirão que muitos obstáculos deverão ser vencidos antes de alcançá-los.

Como já vimos no final da série original, Callie entra para o sistema legal, trabalhando com um juiz conservador e que vai contra todos os princípios da jovem. Já Mariana consegue um mega emprego na área de tecnologia, mas vai se encontrar num ambiente extremamente machista.

Debatendo assuntos atuais e polêmicos como preconceito, racismo, sexualidade, intolerância e as condições de vida dos jovens adultos que buscam independência, Good Trouble se mostra promissora a ponto de já ter ganhado uma segunda temporada com apenas quatro episódios exibidos.

Mais um motivo para nos empolgarmos com a série: já foi prometido que Callie e Mariana estão cheias de visitas para receber, boa parte do elenco original já tem participação confirmada, comemorem! Por enquanto, o lançamento está sendo exibido nos EUA pela Freeform e, se seguir sua antecessora, em breve estará na Netflix.

0 comentários

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)