RESENHA | Espere por Mim, de Carol Dias


Cansei de deixar alguém narrar a minha vida. Eu sou o protagonista, vou narrar em primeira pessoa. 
Antônio Salles, Toni, é um lutador de MMA que tem um gênio impulsivo e isso faz com que ele perca o controle. Protetor, amigo, apaixonado por Mel e por sua carreira. Toni conhece mel em uma situação onde ela estava em perigo, ali surgiu não só um agradecimento, mas um amor muito lindo entre eles. 

Pâmela Paiva, Mel, ama o namorado, mas ao se deparar com algumas situações, ela começa a ponderar o que é mais importante naquele momento. Forte e decidida ela tem uma séria decisão pela frente. Suas atitudes são de cuidado, amor e mesmo parecendo egoísta, ela tem um motivo para justificar. Eu, no lugar dela, faria o mesmo. 
Pâmela foi minha. Eu mudaria a parte do foi. Porque não posso me contentar com não ter essa mulher ao meu lado. Ela será minha novamente. É uma promessa.
Uma história envolvente, intensa na medida certa e cheia de ensinamentos. Um amor que passará por fortes provações e se descobrirá gigante. Toni e Mel aprendem ao longo da sua trajetória e assim como eles vão aprendendo, eles nos ensinam muitas coisas. É lindo ver que mesmo em meio ao "furacão" que o atingiu, ele não desanimou e foi literalmente lutar a luta da sua vida. Toni cresceu, se agigantou, se fez protagonista dos seus sonhos. Amei acompanhar a evolução de Toni e Mel, tanto para eles, quanto para o outro, e me surpreendi com o resultado. 
Eu me perdi, eu te perdi. Eu te encontrei e eu fui me encontrar.
Espere Por Mim traz ao leitor todos os tipos de amor, superação de personagens, surpresas, alto conhecimento e um destaque especial para as amizades. Do início ao fim, Toni e Mel estavam rodeados dos amigos e eles que foram o suporte quando Toni e Mel precisaram. Julia, Karen, João, e outros, mas o meu preferido... Declan. Todos tem uma participação importante na história.
Ela me alcança. Nossas mãos se entrelaçam. Sorrimos um para o outro. Nós nos beijamos.
Um outro destaque que quero fazer é a forma como a autora Carol Dias abordou e inseriu a "Síndrome do Transtorno Intermitente" na história. Carol arrasou!!! Amei cada momento dessa leitura, amei acompanhar o enrolar e desenrolar de tudo e amei o final mais do que esperado e merecido por todos eles!!! Super, mega indico a leitura!!!



0 comentários

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)