RESENHA | Anatomias Poéticas, de Angela Malheiros


E aí pessoal, tudo bem?

Hoje venho mostrar para vocês mais um lançamento da Editora Autografia: Anatomias Poéticas – Surrealismos e Releituras, um livro de poesias da carioca Angela Malheiros.


Anatomias Poéticas é dividido em duas partes. A primeira parte, composta de 25 poesias, traz versos surrealistas e ritmados de temas variados: as primeiras estão relacionadas com o corpo humano, com títulos como pool-mão e estô-magos e matos. Depois, os temas variam para assuntos relacionados com filosofia e a vida. A autora chega a fazer algumas menções a escritores como Kafka e Baudelaire.

[...] transformador 
do negativo ser
e seu objeto
senhor do ato
escravo elaborado
soberano de sua própria
procrastinação

Já na segunda parte contemplamos releituras de cantigas medievais portuguesas e da arte contemporânea brasileira. É interessante como Angela Malheiros mantém algumas grafias antigas em suas releituras.

Confesso que não sou uma leitora frequente de livros de poesia, mas sempre que o faço amo! São poesia leves, ritmadas e a maioria é curtinha. A autora brinca com as palavras, com seus significados e também com a disposição das linhas, deixando o livro visualmente muito bonito e agradável – além de interessante.


Recomendo Anatomias Poéticas para todos os tipos de pessoas, por ser um livro leve e que resgata a essência da poesia, sem clichês.

0 comentários

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)