RESENHA | Insano, de Andy Collins


Gael Trent Malloy, vocalista da "Originals" uma das melhores bandas do mundo. Dono de uma voz linda e de um coração que há muito foi trancado para o amor, a não ser aquele que ele nutre pelos seus amigos. Nosso vocalista é um pouco mau humorado e leva a vida regrada a farras, sexo e sua carreira. Mas uma tragédia irá mudar os rumos da sua vida e imporá a ele muitos desafios, e um deles, será o de abrir seu coração para uma bela loira desajeitada.
Quando você encontra a pessoa certa, mesmo que tudo em volta pareça errado, você simplesmente se entrega.
Hanna Daves, pintora, ela domina a arte das tintas como ninguém e é ali o seu porto seguro, seu alento. Hanna tem seus medos e suas batalhas, conquistou o seu lugar e hoje busca simplesmente viver, pintar e nesse caminho ela leva a beleza das cores para os dias cinzas das crianças que lutam pela sua vida no hospital, e outras em um reformatório. Dona de um coração gigante, ela leva alegria e recebe gratidão e sorrisos em troca. 
Existem sentimentos que não precisam ser verbalizados; um abraço mais apertado, um ritmo descompassado a cada batida do coração, um olhar terno ou um sorriso sincero.
O atraente vocalista terá uma ousada reação ao se dar conta do que literalmente caiu em seu colo, e bom, ali será o início de tudo para ambos. Hanna sequer imagina que ele, e os outros três rapazes, possam ser. Inerte a tudo isso, ela se verá em meio a sentimentos e um furacão chamado Gael, que não medirá esforços para tê-la em sua vida.
Nossa sintonia foi tão boa. Mais do que isso, foi perfeita. E quando me dou conta disso, sinto algo mudar dentro de mim. Estou perdida. Entreguei minha alma em poucas horas para um completo estranho.
Ciumento ao extremo, ele mete muitas vezes os pés pelas mãos. O que ambos precisam é conseguir encontrar um meio comum e assim irem se descobrindo e se ajudando, visto que, o passado de Hanna virá em breve bater a sua porta. Nossa mocinha precisará ser forte, e mesmo em meio a caos, se descobrir por ela mesma. 
Você me tem Hanna. Cada pedaço meu, é seu. Até o coração, que eu não sabia que ainda tinha, é seu.
Um tombo inesperado, um amor destinado... Duas pessoas em meio a batalhas diferentes, mas que encontrarão forças um no outro para um ressurgimento primoroso. Insano é a palavra que define bem o nosso mocinho e também o amor de um pelo outro. Um bela história que vem para abrir uma trilogia e nos apresentar não só a Gael e Hanna, como também: Micah, Branden, Josh (integrantes da banda), Troy (empresário deles), Mag (melhor amiga de Hanna), Dr Hunt (psicólogo psiquiatra do nosso casal). Personagens que tem todo o seu destaque ao longo da história, e que ganharão o seu momento muito em breve. 
Nunca uma palavra mexeu tanto comigo, ela me chamou de anjo, logo eu que sempre fui o diabo. Eu nunca quis ser o anjo de alguém, até agora.
Amei conhecer a escrita da Andy Collins, através de Insano, e eles já tem um espaço no meu coração. Um escrita fluida, primorosa e muito bem construída, levando o leitor ao surreal sentimento de vivenciar aquilo tudo. Um romance bem enredado e extremamente lindo, narrado na primeira pessoa por Hanna e Gael, e com uma playlist invejável que dá aquele toque sutil no início de cada capítulo. INSANO é um instigante convite para conhecer não só o vocalista, como todos os os integrantes dessa banda. Amei o primeiro e mal posso esperar pelo segundo!!!
Amor, a porra de um sentimento que entrou tão rápido em mim, como uma maldita droga que só me fez querer mais e mais. Mais da sua risada, mais do seu cheiro e mais dos seus olhares. Qualquer coisa que ela me dê, eu sempre vou querer mais.
O fim... Ah ele e o bônus, são dignos de parar o coração do leitor com aqueles últimos momentos, deixando-nos com aquele grito de BIS no final do show belíssimo, que foi esse livro!!!


0 comentários

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)