RESENHA | Ao Dispor do seu Amor, de Silvana Barbosa



Em Ao Dispor do seu Amor, terceiro livro da série Libertinos, conhecemos mais profundamente os personagens Christian Cunningham e Luciane Hogarth, que aparecem um pouco no segundo livro da série Somente em teus braços (resenha aqui). Não é preciso ter lido este, mas os três primeiros livros da série se passam quase que simultaneamente, então acabamos vendo de ângulos diferentes, acontecimentos em comum. Agora neste livro, vemos como Christian e Luciane acabam ficando noivos graças a um acordo entre suas famílias, sendo que nenhum dos dois foi perguntado a respeito do fato.

Mesmo sabendo que o intuito do casamento era impedir sua ida para a guerra, Christian segue para a carreira militar, disposto a voltar em alguns anos e cumprir o contrato de casamento, mesmo sem conhecer a noiva. Ao voltar, ele não esperava os sentimentos que Luciane despertava nele. Agora ele está disposto a conquistar a noiva e selar esse contrato de vez. A questão é se Luciane tem interesse em manter o noivado, com tantos pretendentes ao redor.

Não é nenhuma novidade que sou apaixonada por romances de época. E não é nenhuma novidade também que ultimamente tenho andada apaixonada por essa série que encontrei por acaso na Amazon. Para quem ainda não leu as outras resenhas da série: Por Você e Somente me Teus Braços. Pois é claro que corri para ler o terceiro livro, que tem um casal que já vimos de relance no livro anterior. E fiquei ainda mais encantada. Isso porque, eu tinha formado uma ideia bem diferente de Christian e Luciane, e fui positivamente surpreendida pelo que conheci deles nesse novo livro.


Christian começa como um militar sério e mudado pelo que presenciou na guerra, mas ele se transforma no decorrer do livro, se mostrando um homem charmoso, divertido e corajoso. Assim, não tem como Luciane resistir a um homem desses. Sobre ela, achei que seria uma daquelas garota fúteis, que estava acostumada com a liberdade e de ser atrevida com os cavalheiros, mas ela se mostrou uma garota divertida, doce e apaixonada. Os dois formam um casal super encantador, o que também aconteceu com os outro casais da série. Na verdade, Luciane deve ter sido a mocinha que gostei mais.

Novamente, a autora soube detalhar bem a época, e trazendo sempre cenas românticas encantadoras, momentos divertidos (principalmente de Christian com os amigos) e uma história que prende o leitor, mesmo que o roteiro em si não traga nada de surpreendente. Mas a maioria dos romances de época funcionam dessa forma, e não canso de nenhum deles, porque são o romance e os diálogos divertidos que me atraem nessas histórias. A série tem seguido um curso estável, e a autora tem provado ser um talento excepcional na escrita de romances de época. Com certeza vocês verão por aqui a resenha de mais livros da autora.







0 comentários

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)