RESENHA | Um Sedutor Sem Coração, de Lisa Kleypas





Devon Revenel é um homem com a vida bem encaminhada em Londres, sem grandes preocupações ou responsabilidades, até que acaba herdando um titulo de conde com direito a uma propriedade pouco cuidada e dívidas que não pode arcar. Seus planos são vender tudo, pagar as dividas e se ver livre de problemas, mas existe algumas complicações, como a viúva do conde e as primas deste (e também de Devon) que dependem dele. Ele precisa decidir o que fazer, enquanto lida com a viúva Kathleen, que parece ser tão determinada quanto ele, e como lidar com as sensações que a mulher desperta nele.

Kathleen ficou viúva apenas três dias após se casar com o conde, mas apesar disso ela se sente responsável pela cunhadas, que nunca tiveram chance de se lançar em sociedade. Então ela conhece Devon que parece não se preocupar com o destino das parentes ou dos outros moradores da propriedade. Mas ela não pretende desistir sem lutar, não importa quanto o comportamento de Devon a irrite, ou pior, como seu corpo reaja as investidas dele.

Eu sempre estou ansiosa para ler os livros da Lisa Kleypas, inclusive já resenhei vários dela. Então queria muito ler Um sedutor sem coração, e posso dizer que a autora manteve meu coração cativo. Somos apresentados a família Ravenel, conhecida por seu temperamento intempestivo. Devon é um tipico libertino "bon vivant", com uma boa renda fixa, que passa o dia entre clubes, mulheres se bebidas e está feliz assim. Ele não se imagina em hipótese nenhuma como administrador de terras, mas se vê obrigado a isso quando herda o titulo. Eu gostei muito dele, porque ele evolui bastante durante o livro  e também porque seu jeito divertido e sedutor conquista qualquer um.


Kathleen é uma mulher característica da época, tentando seguir todos os costume e mandos que a sociedade pede. Mas ela também sabe ser doce e determinada quando quer. O jeito de agir dela e suas atitudes tem muito a ver com o que ela viveu no passado, e ela consegue ser bem madura e realista sobre a vida dela. Os momentos dela com Devon são sempre intensos e divertidos, então eles são um casal que o leitor quer ver logo junto.

Acredito que a autora construiu uma história interessante, apesar de não ter uma grande enredo secundário por trás, gira tudo mais entorno do casal, do relacionamento deles e de como Devon tenta resolver os problemas do condado. Mas para mim isso não atrapalha o livro. Nós também somos apresentados a outros personagens, e de forma mais profunda do que esperava, conhecemos o casal do próximo livro, Uma Noiva para Winterbone, que está em pré-venda, para ser lançado em julho. Estou super ansiosa por esse livro.

Um Sedutor Sem Coração mantém o nível dos romances de época da autora, com personagens divertidos, que atuam meio por fora das regras sociais e muitas vezes nem ligam para isso, com diálogos divertidos, e cenas românticas muito sensuais. É um bom inicio para a série Os Revenels, que contará com quatro livros, que prometem ser ainda melhores, se depender dos futuros protagonistas que já foram apresentados até agora.







0 comentários

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)