RESENHA | Minha Versão de Você, de Christina Lauren




Minha Versão de Você é um romance infantojuvenil sobre Tanner Scott, um jovem bissexual, que felizmente tem o apoio da família, e não precisa se esconder no armário. Mas quando a família se muda para uma pequena cidade chamada Provo, que é majoritariamente povoada por Mórmons, ele precisa esconder quem é, para evitar uma situação complicada. Mas tudo vai caminhando bem, e ele sabe que em um semestre ele vai para a faculdade e poderá expor quem ele é sem problemas. Mas quando sua amiga Autumm o convence a se inscrever na aula de escrita, em que ele deve escrever um livro em quatro meses, as coisas se complicam, porque ele conhece Sebastian Brother.

Sebastian é um mórmon conhecido da comunidade, que no ano anterior tinha participado da mesma aula, e teve seu livro recentemente publicado por uma editora. Para Tanner está claro que se apaixonar por Sebastian não é a melhor das ideias, mas a coisa acontece rapidamente, e para completar Sebastian parece devolver seus sentimentos. Mas encarar o que sente e enfrentar sua família e religião, pode ser muito difícil para quem sempre fez o que se esperava dele.

Fiquei bastante curiosa sobre esse livro, porque ele recebeu muitas criticas positivas, e que relacionavam ele com Simon vs a Agenda Homo Sapiens, que gostei muito. E ainda mais, porque ele trazia alguma coisas inovadoras para mim, que é ter um protagonista bissexual, e tratar da temática mórmon, com a qual nunca tive muito contato. Temos aqui um livro super bem escrito, contado pelo ponto de vista de Tanner, que é divertido, jovem e que apresenta todas as características comuns a alguém apaixonado. É muito fácil o leitor simpatizar com ele. E com Sebastian também.


O leitor acaba compartilhando a curiosidade que Tanner tem com o estilo de vida de Sebastian, e este personagem é muito interessante, e conquista o leitor com seu caráter e gentileza. Ele também apresenta um drama verdadeiro, ao ter que se reconhecer como gay e apresentar isso para a família e comunidade em que vive. Uma comunidade que exclui aquele que não está dentro dos padrões estipulados. Foi uma história bem contada, e muito realista em seus detalhes.

Minha Versão de Você conquista de uma forma surpreendente, com personagens carismáticos, cenas encantadoras, e temáticas muito interessantes sobre autodescoberta, religião e o papel (e importância) da família para um jovem em formação. É um realmente um livro que merece ser lido, e que para quem se encantou com Simon vs a Agenda, ou A Arte de Ser Normal, é um livro que tem que ser colocado na mesma prateleira.




0 comentários

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)