RESENHA | Fortaleza Negra, de Kel Costa


O que dizer desse livro que já ganhou meu coração e se tornou um dos meus favoritos dos livros no último ano? Fortaleza Negra - A Chegada da Nova Era, é o primeiro da triologia homóloga da autora Kel Costa, publicada pelos nossos parceiros da Ler Editoral.

Esqueça o mundo que você conhece hoje. Em Fortaleza Negra, no ano de 1985, o mundo sofreu uma reviravolta: vampiros, criaturas até então lendárias, se revelaram para o mundo e tomaram o poder, começando pela URSS e, em questão de tempo, assumindo o controle do resto do mundo. Os líderes de preto eram cinco, e se denominavam os Mestres: Klaus, Nikolai, Mikhail, Nadia e Vladimir possuem mais de 2000 anos, controlam os elementos da natureza e vivem reclusos dentro dos limites da Fortaleza Negra, uma construção impenetrável no coração da Rússia. Um a um, os vampiros derrubaram os governos vigentes em todos os países do globo, e agora, o clima é de quase total paz: a maior ameaça são os ataques de centauros e minotauros (os Mitológicos), cada vez mais frequentes, responsáveis pela destruição de diversas cidades no mundo.

Aleksandra "Sasha" Baker é a protagonista, uma jovem de 17 anos, cabelos laranjas e língua afiada. Sasha vê sua vida se transformar da noite pro dia quando, depois de os minotauros invadirem sua cidade, ela é obrigada a se mudar com os pais e o irmão caçula para a Rússia, mais especificamente para a seleta população humana na Fortaleza Negra. Seu pai, Johnathan, é um biólogo que pesquisa a fórmula para criação de uma arma letal aos Mitológicos, e sua presença na Fortaleza é bem vinda. E é aí que essa magnífica história toma rumo.


Em quarenta capítulos, vemos a adaptação de Sasha e sua família na Fortaleza Negra, e logo um romance nada comum começa a desabrochar... quando Aleksandra começa se relacionar com um dos Mestres. Mikhail demonstra um interesse incomum pela garota, e temos a origem de uma série de momentos provocantes, quentes e sensuais, realmente bem compostos. Os dois possuem uma química inegável e rendem algumas das melhores cenas do livro, quando vemos Sasha se descobrindo como mulher e Mikhail controlando seus instintos em prol da jovem.

Kel Costa soube como dosar aventura, cenas cotidianas e conteúdo hot no livro, o que o maravilhosamente imprevisível. Nunca sabemos que rumo a história irá tomar a cada capítulo, que carregam consigo uma série de  plot twists e torna impossível uma pausa na leitura. O livro possui todas as pontas bem amarradas e é condizente do início ao fim. Vale ressaltar o quão os coadjuvantes são incríveis: Kurt e Lara são as pessoas mais divertidas da história, enquanto Blake Campbell carrega um ar misterioso consigo - o que será que virá a seguir do jovem prodígio da Fortaleza?

Repleto de reviravoltas, dramas e cenas de tirar o fôlego, o primeiro livro da triologia é um dos melhores de seu gênero no cenário da literatura nacional atual. Mal posso esperar para descobrir os próximos capítulos!

Obs: Destaque para a belíssima diagramação dos nossos parceiros da Ler Editoral: o desenho no canto da última página do capítulo e a imagem que simboliza cada início de capítulo são lindíssimas!

0 comentários

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)