CRÍTICA DO FILME: UM LUGAR SILENCIOSO

Imagem relacionada

Shhhhhhh!!!


Para aqueles que gostam de produtos como; "Hush: O Medo Ouve", "The Last Of Us", "Caixa De Pássaros", ou qualquer outro que te deixe travado na cadeira, não conseguindo nem olhar para o lado. Com toda certeza vai gostar desse filme!

Em uma fazenda nos Estados Unidos, uma família é perseguida por criaturas cegas, porém, com a audição extremamente apurada. Para se protegerem eles devem permanecer em silêncio absoluto. Ouça atentamente, mexa-se silenciosamente e nunca faça barulho. Se eles não podem te ouvir, não podem te caçar.

Resultado de imagem para um lugar silencioso

O que posso dizer desse filme, se não: "Melhor suspense do ano!" Sei que é arriscado dizer isso,  principalmente porque estamos falando em meados de Abril. Porém, acho difícil alguém fazer um filme com um roteiro simples e tão bem executado como esse. 

Uma direção tão exuberante a ponto de fazer aqueles que estão vendo se sentirem lá. E um elenco tão bem trabalhado que parece até uma família... Coisa que na verdade alguns são. Mas eu já volto a falar sobre isso.

O Diretor/Ator John Krasinski, faz um trabalho impressionante no longa. Ele junto também de sua esposa -tanto no Filme, quanto fora dele- Emily Blunt, interpretam os pais dessa família com características únicas. O pai (Krasinski), um homem centrado, que tem apenas um objetivo; proteger sua família, e a mãe (Blunt), que busca redenção por erros do passado, além de se preparar para ter um parto bastante arriscado (até porque nessa história, não existe definição melhor para um bebê do que uma máquina de barulho); a filha mais velha (Millicent Simmonds), que busca mostrar seu valor, em meio a tal distopia. Isso se deve ao fato, não só, dela ser surda (algo que cá entre nós num mundo desses não seria nada bem vindo), como também por pequenos erros que ela comete, o que muita das vezes, acaba trazendo consequências gravíssimas; e o filho caçula (Noah Jupe), traumatizado e atormentado por todas as coisas que ele já viu, e ainda verá.

Resultado de imagem para um lugar silencioso

Por terem que evitar fazer qualquer tipo de barulho em quase todo filme, o diálogo é feito por Libras. O que gera uma experiência única para o espectador e o elenco, em especial para a atriz Millicent Simmonds, que na vida real também sofre da surdes. Isso incentivou o elenco a aprender mais sobre essa tão famigerada "Língua", que combina tanto com esse filme.

Isso porque, o filme sofre de poucas falhas (como eventos e/ou escolhas levemente forçadas). Contudo, nada que se destaque tanto em comparação a essa obra tão Intrigante, Revolucionária, e de grande destaque, quando o assunto é Suspense.

0 comentários

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)