ENQUANTO HOUVER TEMPO, DE PAOLA SCOTT


"Enquanto Houver Tempo" traz o amor na sua forma mais sincera e pura, a dádiva da segunda chance na vida, a força e a vontade de viver tanto de Dante quanto de Gaia, a beleza de uma região que encanta os olhos e emoção, muita emoção no desenrolar dos capítulos.
O tempo que você quer pode não ter a mesma dimensão do tempo que você precisa.
Dante está naquela fase da vida onde tudo o que importa é o trabalho. Ele vive e se doa mais até do que deveria, deixando assim de lado a família, a diversão, os amigos, e principalmente ele para trás. Eis que um enfarte irá mudar seus planos e o fará valorizar o que realmente importa: a vida. Ele se verá naquele momentos onde em segundos a vida passa inteirinha na nossa frente e ali, vendo o filme da sua vida e perceber que não viveu quanto queria... Aquele susto o mostrará muitas coisas, mas será a insistência da irmã e do médico, que o fará mudar a sua rotina e descansar de tudo por um tempo. 


Gaia é aquela jovem que já viveu algumas provações, mas essa com certeza é a maior de todas. Gaia é jovem, bonita, determinada. Ela amava a vida e tudo o que tem, mas um motivo maior aparecerá e a fará valorizar ainda mais tudo o que tem, tanto material quanto emocional. Seus sonhos aos poucos vão se realizando, sua garra é tocante e ela leva o sítio, a plantação de maçãs e tudo mais com dedicação e amor, e isso é fundamental para tudo na vida.
Mas dizer não a ele era dizer não a mim também...Dizer não a Dante seria dizer não à oportunidade de viver aquele momento.
Os caminhos deles se cruzam no resort e depois os bons ventos daquela região tratarão de colocá-los frente a frente novamente. Um sentimento surge em meio a olhares e gentilezas, a amizade virá primeiro seguida pelo amor. Eles resistem já imaginando que a despedida está logo ali à alguns dias, mas quando o coração sente, a alma resplandece e a cabeça simplesmente se rende. Dante e Gaia se deixam viver aqueles dias e sem pensar no amanhã. Só que o amanhã chega trazendo com ele decisões a serem tomadas. Tudo o que eles precisam é de mais "tempo" (para viver, para amar) e esse parece ser o que eles não tem.
Eu precisava de um rumo na minha vida, e lá estava você me mostrando a direção. E era a do seu coração. 
Esse romance é lindo do início ao fim! Um início forte, um meio lindo e um final digno de lágrimas (sim, lágrimas) daquelas que a gente até tenta mas o coração não consegue e os olhos transbordam todo o nosso sentimento diante dessa história marcante, apaixonante, envolvente e principalmente cativante. 
Dante nos encanta com a sua beleza exterior e também com a interior que ele sequer imaginava ter. 
Gaia nos mostra a sua força em meio a fragilidade de um momento, a beleza do seu coração, a pureza dos seus sentimentos e  a beleza do seu coração.
Cada momento, por mais breve que seja, que passo ao seu lado, me faz feliz de um jeito que nunca imaginei ser possível. Você trouxe luz e direção para a minha vida...
"Enquanto Houver Tempo" traz descoberta, segunda chance, amor, que caminham lado a lado com a superação de momentos que são fortes, tristes, lindos e reais. Amei a capa (acompanhei os momentos e fiquei de cá só suspirando por ela), adorei a diagramação, a playlist está um show a parte e o enredo está um arraso mostrando ao leitor todas as nuances desse romance cheio de sensações e da autora Paola Scott.



0 comentários

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)