EU AMO MEU CHEFE, DE LYSA MOURA



Hoje estou trazendo mais um livro da autora Lysa Moura, e um lançamento da editora Sonho de Livro. Na semana passada falei sobre o livro Toma-me da mesma autora, e em Eu Amo Meu Chefe temos elenco de personagens, focando agora em Henry e Anne, que já possuem um pouco de sua história desenvolvida no livro anterior. Os dois livros não são continuação um do outro, e o leitor pode começar por esse, mas acho legal que se puder, leia os dois, para ter uma leitura mais ampla.

Neste romance conhecemos Henry, um homem bonito, rico e que sempre teve a mulher que quisesse. Ele é um dos donos de uma grande empresa de publicidade, e precisa urgentemente de uma secretária que seja boa e não tente dormir com ele. E é aí que surge Anne, uma jovem recém formada, mas com um ótimo currículo, que aparece para uma entrevista. Henry logo percebe que ela é a pessoa perfeita, mas há um problema: mesmo com suas roupas folgadas e sérias, ele consegue enxergar a mulher sexy por trás dela, e sabe que precisa se manter longe. Mas pode ser que isso seja bem mais difícil do que ele imaginava. E se Anne também tiver sentimentos por ele?

Temos aqui mais um homem sexy e passional da autora que vai conquistar seu coração. Henry é um personagem bem mais fácil de gostar que Connor (de Toma-me), porque ele não é muito cabeça dura, e apesar de alguns erros, ele faz o possível para ser o homem perfeito pra Anne. Ele se mostra alguém protetor, romântico e divertido que nos conquista rapidamente. Anne é uma moça jovem, mas muito responsável, que sempre agiu com profissionalismo, mesmo sendo apaixonada pelo chefe. Mas com a ajuda de uma amiga, ela vai decidir mostrar um outro lado e ganhar a autoconfiança que ela precisa.


Os dois são um casal muito fofo, e que é um prazer acompanhar. Eu fiquei preocupada de o livro ficar repetitivo, porque quem leu Toma-me já conhece o esboço principal do romance dos dois, mas esse novo livro insere muitas informações e acontecimentos novos, mostrando como os personagens de conheceram e como as coisas fluíram entre os dois de forma mais completa. Sem falar de todo o romance extra que podemos acompanhar e torna o livro muito gostoso de ler.

Como o anterior, ele possui um pouco mais de 400 páginas, então o leitor tem muita coisa para acompanhar, mas sem ficar maçante demais. O livro também trouxe a certeza sobre a próxima publicação da autora, focada em outro personagem presente em seus livros, e que também promete conquistar, apesar de ainda não sabermos muito sobre o protagonista homem. Com uma boa história e uma capa linda, e com leves toques na diagramação, Eu Amo Meu Chefe, mantém o cuidado e carinho de seu antecessor, e o torna um ótimo exemplar para se ter na estante e um passatempo gostoso para as suas tardes.



0 comentários

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)