Header Ads

https://www.amazon.com.br/b/ref=as_li_ss_tl?node=16337903011&pf_rd_m=A3RN7G7QC5MWSZ&pf_rd_s=merchandised-search-1&pf_rd_r=25NB0E9QZ77ARZK9R4XS&pf_rd_t=101&pf_rd_p=016d5e8e-fbd7-4556-89df-e2fa66391ee3&pf_rd_i=16337903011&linkCode=ll2&tag=maravilhdesco-20&linkId=fd09f073782dbee08f43fefbb4db448b

INDOMÁVEL, DE S. C. STEPHENS



Fiquei bastante dividida quando soube do futuro lançamento do livro Indomável, da autora S. C. Stephens, pela editora Valentina. Isso porque este livro seria uma espécie de Spin-off da trilogia Rock Star, que focava no casal Kellan e Keira. Uma série apaixonante, que me conquistou muito. Já Indomável veio para focar em outro personagem da série que se destacou bastante, mas de quem nunca fui muito fã: Griffin Hancock, baixista da banda D-Bags, marido de Anna (irmã da Kiera) e fonte de muita risadas para os leitores da trilogia original.

Nesta nova história, Griffin está cada dia mais cansado de ficar escondido dos holofotes atrás de Kellan Kyle, e de não ser escutado pelos integrantes da banda sobre sua sugestões e pedidos. Quando a situação estoura de vez, Griffin decide tomar uma decisão, que pode colocá-lo onde sempre quis ou que pode destruir tudo aquilo que conquistou até agora. Seja profissionalmente, ou no seu relacionamento com Anna.

Particularmente sempre achei o Griffin um babaca sem noção, então fiquei imaginando como poderia dar certo um livro inteiro pelo ponto de vista dele. Mas a coisa realmente funcionou. Por mais que durante parte do livro ele ainda seja aquele cara sem filtro na língua, sem noção e sem decoro nenhum, ele começa a mostrar um lado dele que esteve sempre guardado. Como se suas atitudes fossem uma armadura para o mundo. Mas é claro que nada é perfeito, e ele consegue ser o homem mais convencido de todos e sem um pingo de juízo.


Sempre desligado, sonhando com a fama, e sem se esforçar realmente com a banda, ele precisa depender dele mesmo, para ver como as coisas na industria do entretenimento são difíceis, e cair a ficha de que ele não é tão perfeito assim. O livro mostra realmente o amadurecimento do personagem, o surgimento de uma pessoa mais sensível, mais responsável, e que precisa perder tudo para que pudesse começar a dar valor a coisas como família e amigos. 

Gosto de como no livro, os outros integrantes da banda não são tão perfeito assim, e que mesmo que Griffin fosse o mais errado, eles também tiveram sua pequena parcela de culpa, por tratar Griffin de forma tão condescendente as vezes. Mas como ele também nunca mostrou muito interesse na banda, era aceitável que isso acontecesse. Gostei muito também da relação de Anna e ele, e de Griffin com os filhos também. A relação de cumplicidade e a transformação dele de roqueiro pegador para um pai de família responsável.

Indomável trás um história muito boa sobre perseguir seus sonhos, mas também de estar cego por eles. Fala sobre orgulho, e de como podemos perder pessoas importantes na vida se não soubermos a hora certa de deixá-lo ir. E tudo isso rodeado de momentos quentes, apaixonantes e também bem divertidos. Por isso, você que já leu a série Rock Star, não pode deixar passar essa história. Dê uma chance a esse personagem indomável conhecido como Griffin Hancock, e se você nunca leu nenhum dos livros da série, vá já atrás do seu exemplar.




                                                                                        

Nenhum comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.