Header Ads

Ó, O GLOBO!, DE ANA BEATRIZ MANIER


Em Ó, O GLOBO! seremos apresentados a uma história de vida de uma família, de um biscoito, de uma empresa, de uma cultura, e claro de um case de sucesso.

Muitos vão classificar esse livro como uma Biografia, ou seja, um livro que conta a história de uma marca ou de uma pessoa, mas acho que vai além disso, o livro nos mostra um case de sucesso, e como esse sucesso, que cresceu e vive crescendo sem precisar de caríssimas propagandas e parcerias de marketing, transmite ensinamento e inspiração para os jovens empreendedores que os leem.

Inicialmente o livro conta as histórias de como as famílias Ponce e Torrão, se encontraram e como e porque começaram a fazer o Biscoito Globo.  Os irmãos Jaime, Milton e João, filhos de espanhóis vão para a cidade grande de São Paulo, para ganhar a vida e mais dinheiro, lá começam a trabalhara em uma padaria e a aprender a arte de fazer o biscoito de polvilho, é ai que tudo começa, e meio que você, se for Carioca, sabe como termina, nesse grande sucesso que é hoje em dia.  



O Biscoito Globo nasceu em São Paulo, mesmo ele sendo o biscoito (e não bolacha) mais querido dos Cariocas. Além dessa existe muitas curiosidades e fatos sobre a produção e distribuição do Biscoito Globo. 


""Ou inovávamos de alguma forma que aumentasse nossas vendas ou acabaríamos tendo problemas", comenta Francisco Torrão."

A parte gráfica do livro é muito bem feita, as fotos do verso da capa e contracapa representam muito bem o feelling da venda do Biscoito, além disso, as abas do livro quando juntas formam o design da embalagem do Biscoito globo. 

A Autora Ana Beatriz Manier, intercalou história, e curiosidades sobre o biscoito a cada capítulo, deixando assim os capítulos mais leves e gerando uma leitura mais rápida e interessante para os leitores.

Uma das coisas que eu acho sensacional é que eles NUNCA investiram em marketing, e sabem que não precisam investir. Pois os Cariocas já amam os seus produtos. 


O Biscoito globo tem sua própria vitrine circulando pela areia, no ombro de cada um dos 350 a 5000 ambulantes que carregam sacos transparentes de 70x90 cm exibindo sua marca bem na altura dos olhos de qualquer banhista. E, como se isso não bastasse, sua vitrine é ainda sonora "Ó, o Globo!", " Salgado e doce, olha aí!".


Assim como no livro tem muito relatos de como o Biscoito Globo fez e faz parte da vida das pessoas, aqui vou colocar o meu. Eu sou carioca da gema, e desde pequena, a hora do break na praia era sempre acompanhada de biscoito Globo e muito farelo, cresci e os terríveis engarrafamentos para sair do campus da faculdade as 17 horas, também são acompanhados de biscoito Globo e muito farelo. Nós crescemos e o biscoito continua igual e nunca nos deixando na mão. Acho que esse livro só veio para me fazer amar ainda mais esse biscoito que já ganhou me coração! 

Um beijo e até a próxima resenha!



                                                                   

Nenhum comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.