Header Ads

https://www.amazon.com.br/b/ref=as_li_ss_tl?node=16337903011&pf_rd_m=A3RN7G7QC5MWSZ&pf_rd_s=merchandised-search-1&pf_rd_r=25NB0E9QZ77ARZK9R4XS&pf_rd_t=101&pf_rd_p=016d5e8e-fbd7-4556-89df-e2fa66391ee3&pf_rd_i=16337903011&linkCode=ll2&tag=maravilhdesco-20&linkId=fd09f073782dbee08f43fefbb4db448b

ENTREVISTA MD: CATIA MOURÃO

Boa tarde pessoal! Hoje é dia de ENTREVISTA MD!
Vem com a gente conhecer a autora CATIA MOURÃO e os seus sonhos em forma de livro!!!

Minha maior inspiração é ver os olhinhos dos leitores brilhando cada vez que me encontram em um evento. É assim que eu sei que o meu trabalho tem realmente valor.

Maravilhosas DescobertasOlá Cátia, seja bem vinda! Estamos muito felizes com a sua participação. Sabemos que você se dedicou muito a vida acadêmica, sendo até mesmo membro de duas academias estrangeiras. Quando e como foi que surgiu essa idéia de criar um material voltado para o romance/ficção?
Catia: Oi! Sempre fui apaixonada por literatura, desde menina. Comecei a escrever ainda bem jovem, mas só em 1997 publiquei minha primeira obra, a novela romântica Elos do Destino, que está completando 20 anos. Depois disso passei um bom tempo publicando textos em espanhol, apenas em um blog, onde eu escrevia para o público latino e só há alguns anos voltei aos romances, com o lançamento do primeiro volume da saga Mais Além da Escuridão.

Maravilhosas DescobertasVamos falar sobre sua primeira obra lançada que foi “Elos do Destino”. É um romance curto e que foi reeditado e lançado em 2015. Como surgiu a idéia de escrever originalmente esse livro? Entre a versão lançada em 1997 e a recente, houve grandes alterações?
Catia: O Elos é o meu xodó! Foi minha primeira experiência de publicação, e essa emoção a gente nunca esquece. Muita gente confunde Elos com romance, mas na verdade ele é um texto de dramaturgia, uma novela, por isso mesmo é curtinho.
A história da Cath e do Bruno surgiu de uma forma muito espontânea, enquanto eu estava voltando para casa. O ônibus parou em um ponto na frente do Barra Shopping e ao olhar pela janela, vi um casal discutindo. Eles eram discretos e apesar da discussão, pareciam se gostar de verdade, e aí a cabeça da escritora começou a viajar e criar a história que vocês conhecem.
A versão atual tem um final um pouco diferente, mas nada que mude realmente a trama. Cath e Bruno sempre terminam juntos, isso é definitivo. Essa versão passou por uma adequação ortográfica, pois as regras mudaram bastante de lá pra cá, mas quem conhece minha escrita ainda consegue perceber a evolução em relação as obras mais recentes. Fiz questão de manter assim. É muito gostoso reler Elos e perceber as diferentes nuances que definiram minha escrita ao passar dos anos.    

Maravilhosas DescobertasNo ano passado surgiu a notícia de que “Elos do Destino” estava sendo adaptada para um roteiro cinematográfico. Como andam as coisas? Existe a chance de vermos Catarina e Bruno nas telonas logo?
Catia: O roteiro do Elos já está prontinho. Foi um trabalho minucioso e uma experiência fantástica. Eu não entendia nada de linguagem cinematográfica e aprendi muito durante esse processo, pois participei pessoalmente da revisão do roteiro e tive a liberdade de fazer os ajustes para manter a história o mais próximo possível da original. Infelizmente o projeto está meio parado, pois a próxima fase depende de várias coisas que fogem do meu controle. Elaboração de projeto de custos, produtora, liberação de verba do governo federal (a tal da Lei Rouanet), e todo esse processo é muito burocrático.   


Maravilhosas DescobertasVocê tem uma série de fantasia publicada em parceria com Johnatan Souza, chamada “Mais Além da Escuridão”. Gostaria que você falasse um pouquinho dela para os nossos leitores, e se o último livro publicado “Insurgência” encerra a série ou deixa espaço para outros livros.
Catia: MADE tem um trabalho fantástico de pesquisa, tanto para as ambientações, pois a saga se desenrola em vários países, quanto na criação dos próprios personagens. Nós mergulhamos fundo em algumas subculturas e nos textos apócrifos, estudamos várias lendas e devoramos o Livro de Nod, até chegar ao resultado final do nosso roteiro para a saga.
Insurgência é o livro que culmina com a guerra entre os seres celestiais, os vampiros e os caídos, ou demônios como alguns preferem chamá-los. Ele fecha a primeira trilogia da saga, mas não é o final da história. Nosso roteiro completo prevê mais três livros.
O próximo, que deve ser lançado em 2018, se chama A Origem, e vamos fazer uma viagem por aproximadamente 500 anos, para mostrar como tudo começou. É por isso que ele está demorando um pouco para sair, pois é muita história pra contar.
Muitos leitores aguardam ansiosos por esse livro para saber, finalmente, o que o John fez para cair, como foi a vida do Donovan antes de conhecer a Carlie e o maior de todos os segredos, qual a ligação entre a Carlie e a Claire, e porque elas são parecidas, apesar de pertencerem a raças tão distintas – uma é vampira e a outra um anjo.
Depois do lançamento de A Origem teremos ainda a duologia A Nova Geração. E é fácil para os leitores imaginarem o que vem por aí nesses livros, afinal quem leu Insurgência sabe que a ameaça da profecia não se extinguiu com o fim da guerra.   

Maravilhosas DescobertasÉ muito interessante quando vemos um livro produzido em parceria. E surgem sempre muitos questionamentos nos leitores, de como o processo de criação do livro é feito quando envolve mais de um autor. Você pode contar como surgiu essa parceria e como vocês dividem a escrita?
Catia: A parceria surgiu de repente. Carlie Marie era o pseudônimo que eu usava quando escrevia em espanhol e o Donovan já existia, ele era um personagem das minhas histórias. Quem ler a coletânea Contos e Poemas Góticos de Carlie Marie, que foi traduzido para o português, vai reconhecer o Donovan logo no primeiro conto do livro, intitulado O Cavalheiro das Sombras. O Johnatan Souza também já tinha criado o anjo John, personagem que permeava os textos dele. Um belo dia nós estávamos conversando em uma rede social e aí veio a ideia de juntar nossos personagens e criar uma série fantástica. É claro que precisamos aperfeiçoá-los. O Donovan, por exemplo, era muito mal. Em MADE ele está mais sarcástico e foi um pouquinho humanizado pra se adequar ao roteiro que criamos para a saga.
A parte da escrita, diferente do que a maioria dos leitores imagina, é totalmente feita em parceria. Não existe uma divisão, tipo eu escrevo a Carlie e o Johnatan escreve o anjo. Nada disso! Tudo é feito é quatro mãos para garantir a unidade do texto final.

Maravilhosas Descobertas: “Mais Além da Escuridão” conquistou muitos fãs e ganhou inclusive dois spin-offs. Histórias de fantasia possuem um universo bem amplo para ser explorado. Você tem o desejo de escrever mais nesse universo, talvez com outras criaturas mitológicas?
Catia: MADE é um trabalho muito especial para mim e talvez, por isso mesmo, não me imagino criando outro universo fantástico tão cedo. Quem sabe após toda a série estar completa, mas por enquanto não tenho projeto nesse gênero. Acho que depois que terminar o último livro da saga vou cair em uma ressaca profunda e sentir muita falta dos personagens. 

Maravilhosas DescobertasEntão, eu sei que devo ser imparcial e não demostrar euforia (risos), mas Cátia o que é essa série “A Sociedade Secreta”? Eu estou ansiosíssima para ler a série toda e ainda mais para ter ela em físico. Mas voltando, como surgiu a ideia dessa série?
Catia: Hahaha pois é. Foi meio de supetão. Veio toda essa onda de livro Hot e os leitores me perguntavam se eu não pensava em escrever nada erótico, e comentavam sobre a pegada do Donovan, que apesar de não ter nada de erótico em MADE, já dava para perceber que ele é uma delícia. Eu me senti meio desafiada (risos). Aí, um belo dia, resolvi me aventurar no universo Hot e pensei: Bom, se é pra fazer, vamos fazer bem feito. E aí surgiu A Sociedade Secreta.
Eu queria criar algo diferente, porque todo livro erótico que eu já tinha lido mostrava a história de um casal apaixonado, só que com trechos de sexo na trama. Ou então eram livros sobre o universo sadomasoquista, com submissas e dominadores. Minha proposta é mostrar um mundo pouco conhecido da maioria dos leitores, onde existe traição sim, mas a trama vai muito além disso. Eu queria abordar o universo das pessoas que vivem o sexo de uma forma completamente liberada, um mundo um tanto oculto, mas que é real, não existe apenas nos filmes XXX. Queria falar das práticas de swing, das relações onde os gêneros por vezes se confundem e se misturam, e em meio a tudo isso, mostrar um pouco do lado normal da vida de qualquer pessoa adulta, com casais que passam por crises, pessoas que se envolvem em aventuras fora do casamento, que tem filhos para criar, trabalho e casa para administrar, e que nada disso impede o estilo de vida que eles escolheram para si. As práticas da Sociedade Secreta são promíscuas, mas as pessoas que fazem parte dela são bem normais fora das reuniões da Sociedade, e se você esbarrasse com uma delas na rua jamais imaginaria o que elas fazem entre quatro paredes. Cada um dos personagens da série de novelas que compõe A Sociedade Secreta têm sentimentos, traços de personalidade e valores bem definidos, e acho que é por isso que eles fizeram tanto sucesso com os leitores, porque você pode até odiar um deles, mas acaba se identificando com outro e entendendo o motivo dele ter optado por fazer parte da Sociedade.  


Maravilhosas Descobertas: Ainda sobre “A Sociedade Secreta” quero saber sobre os personagens, como foi dar vida a cada um deles e como você descreveria cada um em duas palavras.
Catia: O processo de criação dos personagens foi muito gostoso e de certa forma, me levou a mergulhar em um mundo que era totalmente desconhecido para mim. Jamais me imaginei enveredando por esse universo, mesmo que somente para pesquisar. Fiz muito uso de vídeos eróticos e depoimentos de pessoas que praticam esse tipo de relação aberta, e até cheguei a entrevistar um psicólogo especialista em sexualidade. Quanto aos personagens, seria impossível descrevê-los em apenas duas palavras, pois cada um é muito complexo em seu mundo interior.

Maravilhosas Descobertas: Qual foi a sua reação e sensação quando você viu que ela havia sido indicada para o Prêmio Oceanos 2017?
Resposta: Nunca, nem nos meus sonhos mais delirantes, imaginei que um livro erótico, com uma trama tão pesada quanto A Sociedade Secreta fosse aceito em um prêmio tão importante como o Oceanos. Quase não acreditei quando vi o título na lista dos concorrentes e acho que isso é reflexo do quanto a literatura nacional vem conquistando.

Maravilhosas Descobertas: Bom, adoramos novidades e por isso gostaríamos de saber se você está trabalhando em algum novo livro ou projeto? Pode contar algo para a gente?
Catia: No momento estou finalizando a última novela da série A Sociedade Secreta, o tão aguardado livro do Senhor P e posso dizer que ele vai surpreender os leitores pela carga dramática. Paralelamente, estou trabalhando em O Conde, meu primeiro romance de época, que tem um toque histórico e se passa na Rússia Imperial, mais precisamente no ano de 1824, antes da revulsão camponesa, quando a Rússia era o berço de uma cultura extremamente desenvolvida. Além disso, tem o trabalho no novo volume de MADE, que como já mencionei se chamará A Origem.

Mensagem para os leitores: Cátia, eu agradeço imensamente o seu carinho com a gente e toda a sua atenção. E para fechar gostaria que você deixasse uma mensagem para nós, seus leitores.
Catia: Quero agradecer aos leitores que acompanham meu trabalho. Prometo que não vou fazer vocês esperarem muito pelo livro físico da Sociedade Secreta e farei o possível para atender aos pedidos de uma edição de capa dura. Um beijo grande!
 
Ping-Pong com a Autora:
Um amor- a literatura
Um livro- o primeiro da série Hush Hush, da Becca Fitzpatrick
Um sonho- ver MADE se tornar série de TV
Uma conquista- cada um dos meus leitores
Uma música- I Will Be, da Avril Lavigne
Escrever é... colocar a paixão em palavras.

Redes Sociais do Autor: Skoob | Instagram | Facebook | Site Editora

Bom pessoal, espero que tenham curtido a entrevista. 
Se gostaram, comentem aí, indiquem, curtam. Beijos e até a próxima.

Nenhum comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.