Header Ads

https://www.amazon.com.br/b/ref=as_li_ss_tl?ie=UTF8&node=17372554011&linkCode=ll2&tag=maravilhdesco-20&linkId=a0bab6bcf0191dcca873f385f3f6fecc

A NOIVA DO CAPITÃO, DE TESSA DARE


Sou completamente apaixonada por romances de época. Comecei com Jane Austen e não consegui mais parar, toda a atmosfera que gira entorno desses livros me encanta profundamente, mas  comecei a ler autoras como Sarah Maclean, Lisa Kleypas e Tessa Dare, recentemente. Alguns devem se perguntar como eu sobrevivi todo esse tempo sem essas histórias maravilhosas, bom, eu não sei, mas estou me esforçando para recuperar o tempo perdido.

Madeline tem algo que poderia ser considerado uma doença gravíssima em Londres no ano de 1808, a menina tem uma forte aversão a bailes, valsas e ambientes lotados de aristocratas ingleses, ou seja, ela repudia tudo aquilo que jovens da idade dela foram ensinadas a amar. Na verdade, ela poderia até gostar dos ambientes, mas sofre de uma "extrema timidez" e fica sufocada em lugares em que é obrigada a socializar, então simplesmente evita esses cenários. Tenho que admitir que ela se saiu muito bem fugindo, mas quando completou 16 anos aceitou que não havia mais escapatória, sua madrasta já planejava a sua apresentação na sociedade e ela teria toda temporada para fisgar um marido. Madeline sabia que o máximo que conseguiria para si mesma seria uma atenção negativa e a idéia de passar a maioria de suas noites em salões de bailes caçando alguém para ficar do seu lado o resto da vida lhe dava náuseas.

Então, é aí que de repente ela invoca o nosso querido Logan Mackenzie, o seu prometido, aquele que havia lhe feito juras de amor eterno e pediu que ela ficasse com o seu coração enquanto ele lutava na guerra, o homem que inspirou inúmeras cartas por quase uma década, o Deus escocês que surgiu do lado mais insensato da mente de Madeline.


Tudo bem, inventar um noivo para não ter que participar da temporada de Londres era vergonhoso, manter essa mentira por quase uma década te aproxima um pouco mais do fogo do inferno, agora, admitir que era uma farsa? Para Madeline isso é impensável, afinal sua vida tomou um rumo maravilhoso depois do Capitão Macfajuto, conseguiu um Castelo, independência financeira e depois que informou a morte do seu noivo imaginário, o que eu achei uma sacanagem, sua família parou de importuna-la em relação a casamentos. Teria uma vida simples e calma pintando animais acasalando, sim, aposto que seria feliz com isso, mas Karma é uma coisa maravilhosa, quando um homem de carne, osso e muitos músculos bate na porta de seu castelo se apresentando como Capitão Mackenzie, a história começa a tomar  um novo rumo.

Tessa Dare tem um lugar no meu coração, sua escrita é engraçada, leve e te prende de uma forma sensacional. Os enredos são tão originais e os personagens tão bem pensados que a primeira coisa que eu pensei quando acabei o livro foi que eu devia reler, nossa que livro bom! Juro para vocês, mesmo que você não tenha lido muitos romances de época vale muito a pena, eu já comecei a pesquisar loucamente os outros trabalhos de Tessa, estou me sentindo  como uma viciada, sobrevivendo até a próxima leitura.

A noiva do Capitão é o último da Série Castles Ever After, temos uma resenha  do segundo livro Diga sim ao Marquês no blog, confira aqui.

Nenhum comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.