Header Ads

LEO E BIA, DE FERNANDA TERRA

"Era esse o meu desejo quando voltei para Santa Maria, mas o que recebi aqui foi mais do que o amor de João, já tão conhecido por mim."
Leo, estudante de veterinária, um jovem rústico, na dele, e ainda sim é um sucesso entre as meninas da cidade. Ele se muda com a família para Santa Maria depois que seu pai herda a fazenda, a qual ele o ajuda à cuidar. Cidade pequena, todos se conhecem, e assim surge um olhar ao que parecia ser a mudança da sua vida.

Bia, estudante de psicologia, volta para santa Maria depois de alguns anos. Ela nunca quis ir embora , mas foi obrigada a ir pois seus pais: João e Maria Elisa, se separaram. Agora, de volta ao seu terra natal, de onde seu coração nunca saiu, ela pretende recomeçar e ser realmente feliz, já que em São Paulo com a mãe, ela não foi em nenhum momento.
"Eu me apaixonei por ti. Acho que desde a primeira vez que nos vimos naquele aeroporto, ou até antes."
Santa Maria poderá trazer muitas alegrias à esses dois. Bia está de volta a suas raízes, das quais nunca quis se distanciar. Leo chega para ficar, já que ali será sua nova morada. Amizades serão feitas, laços estabelecidos, amores surgirão... 

Um esbarrão em um aeroporto pode e vai mudar suas vidas. Um olhar, um momento, um sentir. A atração entre eles é mútua, mas a realidade volta no momento em que João (pai de Bia) aparece para buscá-la. Um novo encontro é providencial para aquecer o sentimento que surgiu mais cedo. Será que... Ahh talvez, tudo é possível.
"E se dissesse que estava feliz, estaria longe do sentimento que naquele momento aquecia meu coração, porque não haviam palavras para descrever o que eu sentia."
O início de tudo é uma amizade entre eles, mas sabemos que quando o coração quer nada adianta relutar. Um pedido, num momento de ciúmes, no qual os ânimos estão alterados coloca rumo nessa história. O amor fala mais alto, ambos são cabeças duras mas se entendem, e é aí que o bicho pega, a porca torce o rabo, a vaca vai pro brejo (risos). Ciumentos que só eles (vixi se segurem bem na sela e continuem a leitura rsrs), a diversão está garantida do início ao fim. Porque tanto nas brigas quanto nas reconciliações, o amor só aumenta por e entre esses dois.
"Lutaria por minha pequena, mesmo que ela me mandasse embora, que desistisse de tudo, que brigasse comigo. Maria Beatriz era minha vida, e eu só ficaria bem se ela estivesse bem."
Uma leitura leve, envolvente, embalada por uma playlist "daquelas", contendo 90% sertanejo universitário, o que é a cara do livro e dos personagens. 
Elas se encaixam perfeitamente bem com o enredo, o que chega a ser quase surreal. 
Além de Leo e Bia, o leitor ainda conhece a divertida Jessianny (irmã de Leo), Boi - Luis Carlos (melhor amigo de Leo), André (amigo de Leo), João, Maria Elisa e tantos outros. Deixe-se levar por essa história tri legal. 
"Sempre sonhei em ter alguém ao meu lado que pudesse compartilhar minha vida, e quando a vi pela primeira vez... tive a certeza que tinha encontrado o amor."
A capa está muito bonita! A diagramação traz detalhes em plaquinhas que nos lembram cidades do interior, e com alguns pequenos errinhos mas que não tiram em momento algum o brilho desse romance. 

Um ponto ao qual quero ressaltar é o momento em que a autora Fernanda Terra, traz para a história uma tragédia acontecida há alguns anos. O incêndio na boate Kiss marcou demais o Brasil, a cidade de Santa Maria, e assim como antes eu revivi aqueles momentos quando narrados na história. Fernanda foi fiel, ao que naquela tragédia, foi o que salvou muitas pessoas. Eu adorei a sintonia de real e irreal. E super indico essa história de amor!
"Provarei para ti a cada nascer do sol o quanto és importante pra mim. E a cada anoitecer a dimensão do meu amor e amizade por ti... Eu sou teu e serei para sempre."

Foto: Fernanda Terra e Sueli Assis, na Bienal do Livro em Minas Gerais.

Nenhum comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.