A HISTÓRIA DO BRASIL PARA QUEM TEM PRESSA, DE MARCOS COSTA


Vou começar essa resenha deixando claro que história nunca esteve entre minhas matérias favoritas na escola, sempre achei muito cansativo e, às vezes, entediante. Foi por isso que quando vi esse livro fiquei tentado a ler, eu queria ver o quão interessante seria ter várias aulas de história de maneira reduzida. E olha, os resultados foram bem interessantes.

Marcos Costa resume a história do nosso país a partir do ano de 1453 até a nossa presente realidade em menos de 200 páginas. A narrativa é bem agradável e, diferente do que imaginei, nem um pouco cansativa, as vezes o ritmo segue um pouco rápido demais, mas me peguei imaginando se aquilo seria porque eu não conhecia muito bem toda a informação ali contida.

Uma outra surpresa que tive em relação à narração foi a ausência do humor. Já li outros livros com propósitos semelhantes e os autores sempre tentam contar as histórias num tom mais engraçado. Não vejo isso como um ponto negativo, muito pelo contrário, só fiquei realmente surpreso.


Sobre a edição, o livro ficou bem legal. A capa contém vários rostos conhecidos que, mesmo se você não lembrar ou souber o nome, vai reconhecer de alguma forma. O miolo é impresso em folha branca, que eu gosto muito, e traz mais ilustrações.

A História do Brasil Para Quem Tem Pressa é um livro interessante, especialmente para quem gosta e entende história, vale muito a pena dar uma conferida. A série ainda possui mais dois títulos: A História do Mundo Para Quem Tem Pressa e A História da Mitologia Para Quem Tem Pressa, todos eles publicados pela Editora Valentina. 

3 comentários

  1. Marcos Costa escreveu também A História da Mitologia e A História do Mundo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade não! Foi um erro durante a montagem do post, o da mitologia foi escrito por Mark Daniels e o do mundo por Emma Marriott. :D

      Excluir
  2. Parabéns pelo livro é bem resumido e de fácil leitura. Minha unica ressalva, e gostaria de um comentário seu, é sobre o que informa na pagina 78 quando relata que o Banco do Brasil começa a ser fundado pelo Barão de Mauá em 1851.
    Li no site do Banco do Brasil, na Wikipedia e no livro 1808 de Laurentino Gomes que o Banco do Brasil foi fundado por D.João VI em 1808, arruinado em 1820 e recriado em 1853 no governo do imperador Pedro II. Há realmente controvérsia sobre sua fundação?
    Obrigado pela atenção
    Jose Luiz

    ResponderExcluir

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)