SALVA POR UM CAVALHEIRO, DE STEPHANIE LAURENS



Neste domingo, apresento para nossos leitores, o segundo livro da série As Irmãs Cynster, lançado este ano pela editora Harper Collins. A resenha do primeiro livro Conquistada por um visconde, vocês podem conferir AQUI. Agora no livro Salva por um cavalheiro, toda a família Cynster está atenta para o misterioso aristocrata escocês que tentou sequestrar Heather semanas atrás, e como tudo indica que ele tentará novamente com uma das outras Cynster, Eliza e Angélica estão sendo observadas de perto. Para Eliza isso é um grande problema, porque atrapalha suas chances de encontrar um pretendente, ainda mais com os seus 24 anos, sendo considerada quase uma solteirona.


Por isso que ela não pode negar o convite que chega a ela através de um bilhete misterioso, a atraindo para uma das salas vazias da mansão onde está sendo realizada a festa de noivado da irmã Heather. Mas ao seguir o bilhete, Eliza acaba sendo drogada, sequestrada e levada em uma carruagem para a Escócia, para encontrar o homem que vem ameaçando sua família. Sem grandes esperanças de fugir, ela consegue chamar a atenção de um breve conhecido que vê na estrada, Jeremy Carling, um estudioso especialista em hieroglifos bem conhecido, que estava voltando de uma visita a um colega nas proximidades. Após um breve momento de surpresa, ele reconhece o pedido de socorro de Eliza Cynster, com quem já trocou breves palavras em alguns bailes.


Conhecendo a trama envolvendo as irmãs Cynster e o desconhecido aristocrata, ele segue os sequestradores e Eliza, planejando um resgate com a ajuda de amigos, e assim, Jeremy e Eliza partem sozinhos pelas planícies escocesas, buscando uma forma de chegar a Inglaterra em segurança. E cada dia que passam na fuga é mais um dia que os dois passam juntos, e começam a pensar que talvez o destino tenha um plano para os dois.


Quando percebi que teoricamente este segundo livro manteria o mesmo esquema de sequestro e resgate do primeiro, me preocupei que a história poderia ficar repetitiva, mas não foi o caso de Salva por um Cavalheiro. Primeiramente, porque as características do sequestro e fuga do casal foram bem diferentes. Também porque todo o resgate foi bem mais meticuloso e elaborado que o de Heather no primeiro livro. E neste tivemos a participação de outros personagens secundários bem legais e divertidos. Outro fator que acrescentou nesta história foi o personagem Jeremy, que não me causou raiva como o protagonista do livro anterior.

Na verdade, Jeremy e Eliza foram perfeitos juntos. A forma como os dois pensavam, dialogavam, a sintonia era incrível, e é um doce de se acompanhar. E novamente a autora se superou na forma como narrou a história e principalmente na emoção que ela passava nas cenas mais intimas. Infelizmente não aparece a oportunidade de se mostrar um pouco mais sobre a família Cynster, o que eu gostaria muito de ver. Se fala sobre a proteção dos homens da família e do trabalho que as meninas dão, mas serie legal se essas relações familiares fossem mais exploradas. Quem aparece bastante nesse livro e com um papel bem importante é o escocês McKinsey (vulgo aristocrata), o nosso vilão que talvez não seja tão vilão assim. E que trás uma história bem interessante por trás.

Como no primeiro livro a situação romântica demora um pouco pra se desenvolver, mas posso dizer que compensa totalmente a espera. Também gostaria de parabenizar os cuidados com a elaboração da capa e detalhes internos, porque se torna um livro que se tem um verdadeiro gosto de se olhar, tão bonito quanto o primeiro. Então temos aqui mais um romance que vai conquistar e entreter muitos leitores. E agora vamos esperar para que seja lançado logo o próximo livro da série, contando a aventura de Angélica Cynster. Que promete ser o melhor da série, se atender as expectativas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Instagram