Header Ads

https://www.amazon.com.br/b/ref=as_li_ss_tl?node=16337903011&pf_rd_m=A3RN7G7QC5MWSZ&pf_rd_s=merchandised-search-1&pf_rd_r=25NB0E9QZ77ARZK9R4XS&pf_rd_t=101&pf_rd_p=016d5e8e-fbd7-4556-89df-e2fa66391ee3&pf_rd_i=16337903011&linkCode=ll2&tag=maravilhdesco-20&linkId=fd09f073782dbee08f43fefbb4db448b

O ENCANTADOR DE LIVROS, LUCAS DE SOUSA




O Encantador de Livros do autor Lucas de Sousa, que foi lançado pela Ler editorial, é um livro do gênero infantojuvenil, daqueles que você lê e acha que está sonhando.  

O Livro tem como plano de fundo a Cidade dos livros, um lugar onde ler é sagrado, para onde você olha tem uma pessoa se deliciando com um bocado de palavras. Vou deixar o livro explicar por si só o por quê todos liam na Cidade dos Livros...
"Lia por amor, porque gostavam e precisavam. Liam porque era a coisa mais gostosa que conheciam. Eram cartas, jornais, livros, memorandos... O que tivesse letra era lido. Em festas, em repartições públicas ou em família, no almoço ou no jantar. E escreviam também, fosse para salvar ou para serem salvos. Mas liam, acima de tudo, para viver." 
Então, o livro vem narrar a história de Benjamim, um menino pobre, analfabeto, mas que amava os livros, e adorava se aventurar com seus amigos em várias histórias. Ele morava com sua tia Eunice, que era bem carrasca, mas que você vai acabar não conseguindo odiar. Benjamim e seus amigos, Nicolas, Ariane, Clarice e André, sempre viveram aventuras contadas nos livros, mas eles não imaginavam que iriam vivenciar uma aventura e tanto para salvar a sua cidade querida.  


O projeto gráfico do livro feito pela Ler Editorial ficou incrível e o cuidado coma a edição é notável. A capa é uma fofura, simples e te ajuda a imaginar como é a Cidade dos livros. O miolo possui várias figuras que são indicadores de começo (livros voando) e final (relógio) de capítulo, pode parecer besteira para uns, mas isso me ajudou bastante, pois quando eu notava a figura, eu fazia a conta de se ia dar para terminar o capítulo antes de chegar no meu ponto de ônibus. A diagramação é super tranquila, com uma fonte agradável aos olhos e capítulos pequenos, alguns para o final são maiores para não contar o fluxo dos acontecimentos. Tudo isso tornou a minha leitura muito mais rápida, interativa e divertida. 

A escrita do Lucas é muito delicada, passa muito bem a mensagem de amor aos livros, a escrita, a leitura e a literatura. A trama é bem construída e os fatos bem colocados, a história é contada e não possui furos ou perguntas sem respostas. A linguagem é bem simples e bem tranquilo de ler.
"Escrever é muito bom, mas antes é preciso saber ler. A leitura nos salva de grandes perigos e como você é um aventureiro, dos melhores que já vi, vai precisar saber ler o mais rápido possível. "
Na minha opinião,  o que faltou um pouco foi explorar os personagens secundários. O foco ficou muito mais no protagonista, Benjamim, o apanhador de livros, tia Eunice, e o Encantador de livros. Eles foram mais desenvolvidos que os outros. Mas esse déficit é normal, porque o foco da historia é o fato de Benjamim amar ler mas não saber ler, pois é analfabeto e a chegada do Encantador de livros. Além disso, o livro tem 147 páginas e é um infantojuvenil, não tem como se aprofundar em todos os personagens.  


Eu gostei muito do livro, pois era como se eu estivesse sonhando acordada. É um livro leve e rápido. É uma poesia em forma de narrativa, esse livro não vem só para contar uma história vem para exaltar a literatura e o poder que os livros possuem. Além de ser um infantojuvenil, o livro deixar um questionamento mais profundo em segundo plano, sobre como os políticos podem interferir diretamente na educação de uma sociedade e pode destruí-la ou melhorá-la. Por isso...
"Os livros bobos também nos ensinam muito. A fantasia nos revela a verdade que muitos adoram esconder."
Esse livro não só um livro infatojuvenil bobo, se você parar e se aprofundar nele, eu tenho certeza que você, leitor, irá mergulhar em águas profundas e muito sábias. Abaixo deixo a citação que mais me inspirou nesse livro e que vou levar para a vida toda.
"Se começarmos um tarefa sem acreditar no que somos capazes de fazer, não faremos grandes coisas. Acreditar em nós mesmos é o primeiro passo para ser feliz de verdade." 
Um beijo e até a próxima resenha! 


                                                         

Um comentário:

  1. Fiquei emocionado com a resenha, Mariana! Você conseguiu resgatar tudo o que a história vem trazendo, com bastante delicadeza e profundidade. Fico extremamente feliz por ter gostado da história e de ter levado você a conhecer essa cidade tão encantadora que é a Cidade dos Livros. Seja sempre bem-vinda!

    ResponderExcluir

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.