QUANDO FINALMENTE VOLTARÁ A SER COMO NUNCA FOI, DE JOACHIM MEYERHOFF


Isso é normal? Crescer entre centenas de pessoas com deficiência física e mental, como o filho mais novo do diretor de um hospital psiquiátrico para crianças e jovens? Nosso pequeno herói não conhece outra realidade - e até gosta muito da que conhece. O pai dirige uma instituição com mais de 1.200 pacientes, ausenta-se dentro da própria casa quando se senta em sua poltrona para ler. A mãe organiza o dia a dia, mas se queixa de seu papel. Os irmãos se dedicam com afinco a seus hobbies, mas para ele só reservam maldades. E ele próprio tem dificuldade com as letras e sempre é tomado por uma grande ira. Sente-se feliz quando cavalga pelo terreno da instituição sobre os ombros de um interno gigantesco, tocador de sinos.


Quando Voltará a Ser Como Nunca Foi, de Joachim Meyerhoff é um livro onde são narrados os relatos da vida de um outro Joachim, que na época em que o livro se passa, é apenas uma criança de sete anos. Ao ir sozinho para a escola, sempre passa por um campo onde até mesmo já encontrou um corpo de um homem morto. É claro que Joachim explanou o ocorrido, mas ninguém lhe deu a devida atenção.

Joachim é filho de um diretor geral de um hospital psiquiátrico para crianças, que se localiza próximo à sua casa. Sendo assim, Joachim sempre está perambulando pelas redondezas do hospital, estando presente a alguns acontecimentos e ataques de loucura, e até mesmo brincando com os pacientes. Isso tudo, faz com que o pequeno Joachim tenha o gosto peculiar de gostar de dormir ouvindo os gritos que vem do manicômio.

O livro segue com Joachim narrando como era sua vida, como ele lidava com as implicâncias dos irmãos, como ele lidava com seus ataques de histeria, como era a amizade dele com Ferdinando, como foi quando o homem dos sinos sumiu, entre outros.


Com uma escrita monótona e carregada, Joachim descreve lentamente os acontecimentos. É um livro que te prende e desprende, prende e desprende. Trás uma leitura arrastada, mas que vem com alguns pontos de vista interessantes.

Enfim, se não leu esse livro ainda, leia, se já leu, compartilhe conosco o que achou e não se esqueça de compartilhar com os amiguinhos. E recomendo a leitura, pode ser que sua opinião seja diferente, ou eu tenha lido errado. Então um beijo, e até a próxima postagem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Instagram