Header Ads

https://www.amazon.com.br/b/ref=as_li_ss_tl?node=16337903011&pf_rd_m=A3RN7G7QC5MWSZ&pf_rd_s=merchandised-search-1&pf_rd_r=25NB0E9QZ77ARZK9R4XS&pf_rd_t=101&pf_rd_p=016d5e8e-fbd7-4556-89df-e2fa66391ee3&pf_rd_i=16337903011&linkCode=ll2&tag=maravilhdesco-20&linkId=fd09f073782dbee08f43fefbb4db448b

DESEJO DE JUSTIÇA, DE V.TOTTA


Desejo de Justiça é o primeiro livro da Série Goulart e a autora V. Totta me surpreendeu mais uma vez com essa narrativa impressionante.

Monique está vivendo a pior fase da sua vida, a menina que saiu do interior para tentar crescer na cidade grande se vê em uma rede de intrigas e mistérios quando é a única suspeita de ter assassinado sua amiga Fabiana, com quem dividia um apartamento. Todas as provas apontam para Monique e é por isso que o investigador Gabriel Goulart  tenta de todas as formas fazer com que ela fique permanentemente atrás das grades, quando Guilherme Goulart, que é um advogado muito respeitado e também irmão de Gabriel, aparece para ajudar a acusada no caso, o relacionamento dos irmãos se torna ainda mais instável, somado ao fato de que um deles teve um envolvimento com a suspeita no passado. Desejo e justiça se tornam aliados nessa narrativa arrebatadora.

Okay, eu estou dividida. Já havia resenhado um livro da autora, Real Life é divertido e romântico, me arrancou risadas e tem um final que quase me deu um infarto, mas Desejo de Justiça me tirou o sono, V. Totta me surpreendeu com a sua capacidade de escrever sobre qualquer coisa, ninguém segura essa mulher, meu Deus! A narrativa é tensa, recheada de reviravoltas e com um triângulo amoroso que não é tão amoroso assim.

Não gostei muito da Monique no começo, gente ela estava sendo acusada de assassinato, não sei vocês, mas eu falaria a verdade se a verdade pudesse me libertar, parece poético mas é só o depoimento de uma verdadeira medrosa, ela fez algumas coisas que me de deixaram nervosa, apesar disso há sempre uma explicação o que me deixou um pouco mais simpática em relação a ela. Os irmãos Goulart são maravilhosos e novamente V. Totta me deixa sem um shipper, os dois tem personalidades completamente diferentes, água e vinho, porém os dois me deixaram apaixonada.




O livro foi bem estruturado, os acontecimentos  e diálogos se encaixam para dar vida a parte final da trama, e é claro, temos também mortes, na verdade não foram MUITAS, nada exagerado, elas complementam o enredo. Claro que esse momento de clareza só está vindo agora, enquanto eu escrevo a resenha, na hora eu só conseguia pensar: "Meu Deus, esse morreu, ela vai matar '...' porque é o meu preferido, tenha piedade Senhor",  eu culpo a trilogia Divergente por eu ser uma leitora traumatizada, quando começa uma onda de mortes eu já começo a tremer com o livro na mão, se o personagem tosse eu já imagino que nós próximos capítulos ele vai morrer de câncer no pulmão, enfim, V. Totta soube dosar as coisas, tudo bem distribuído: morte, tensão, mistérios e romance. Tem para todo mundo.

A leitura é rápida, o livro tem 317 páginas, mas os capítulos são curtos e você não vai largar ele até descobrir o assassino, isso é um fato, só resta aceitar. Varios momentos de tensão são narrados e eu queria saber qual seria o final, mas também não queria que o livro acabasse muito rápido, é uma sensação angustiante, mas é o preço que nós leitores pagamos.


Desejo de Justiça é o último livro que eu resenho para o blog esse ano e eu não poderia estar mais feliz. Como pedido final de uma resenhista que está tendo a sua preciosa atenção nesse momento eu peço de todo coração, dê uma chance para os livros nacionais, você pode se surpreender. Muito obrigada maravilhosos e maravilhosas, boas festas!

Um comentário:

  1. Ai que resenha linda. Muito obrigada, eu amei mesmo de coração.

    ResponderExcluir

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.