TWITTANDO O AMOR, DE TERESA MEDEIROS


Twittando o amor já faz parte da lista de "livros preferidos" de muita gente, e agora entrou para minha também.


Abby é uma autora de um sucesso só. Na verdade ela só escreveu um livro, o que salva a minha primeira afirmativa de ser uma coisa ruim, o problema é que ela não consegue mais escrever, e mesmo sendo pressionada por sua editora, seu próximo livro empacou no capítulo cinco. Quando é forçada a usar o Twitter para resgatar os seus antigos leitores, ela conhece o DESmotivacional e apaixonante, Mark Baynard.


A maior parte do livro é contada pelos diálogos deles no Twitter, nas primeiras páginas eu pensei que em algum momento isso se tornaria cansativo, o que não aconteceu. Apesar de não ser narrado muito do que se acontecesse fora da rede social, chega uma hora que você simplesmente não sente falta das mudanças de cenário e dos outros personagens. Mark, Abby e o leitor se fecham em uma pequena bolha, onde a vida real e a vida que você queria viver convivem em harmonia.



A autora faz referencia a várias séries, livros e filmes, os diálogos são recheados de tiradas engraçadas e inteligentes. A química  que Mark e Abby compartilham é sensacional, eles são o tipo de casal principal que você não esquece facilmente, eles são a alma gêmea um do outro e isso é difícil de conseguir, até mesmo nos livros.


A leitura é leve, rápida e simples, como se você estivesse lendo o seu histórico de mensagens com o seu melhor amigo. Acabei o livro bem rápido considerando meu tempo limitado para a leitura, a questão principal é que o livro não parecia ter acabado, não falo daquela sensação de relembrar e guardar os personagens, já disse que nunca vou me esquecer de Mark e Abby, mas o que eu quero dizer, é que parecia o final de um capítulo, não de um livro todo. Espero que tenha continuação, quero conhecer melhor os outros personagens e saber mais sobre a vida dos personagens principais depois de tudo o que aconteceu na narrativa.


Nunca pensei que esse livro me faria chorar, mas Teresa Medeiros quase quebrou meu coração, claro que todo o livro precisa de um ponto de tensão, isso é um fato, porém, quando você já teve experiências com livros que acabaram com seu psicológico, qualquer revelação drástica é um princípio de infarto para nós leitores. Apesar do final que me pareceu meio vago, recomendo muito!

Um comentário:

  1. Olha um formato diferente de leitura, me interessei, beijos

    http://www.ritinhaangel.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Instagram