O TEMPLO, DE CARINE RAPOSO

"O Templo" é o segundo livro da trilogia "O Penhasco". 
Aqui você irá se reencontrar com Nate, Liza, Raquel, Ethan, Amanda, Olaf... e conhecerá mais alguns personagens que se mostram tão importantes quanto os citados no primeiro livro, e que trarão muito mais emoção e suspense à essa história. 
Então se preparem, e vamos voltar para o Penhasco, e de lá vamos ao Templo.

Ao encontrar o Templo, ele descobriu a verdade. Ao entrar, se arrependeu.



"A saudade de alguém que, até onde sabia, eu não conhecia, aumentava cada vez mais em meu peito."

Liza acorda desmemoriada no hospital em Nova York. As únicas pessoas que ela reconhece são Raquel (irmã dela) e Ethan (noivo de Raquel). Liza tenta se lembrar, mas não consegue e assim segue na esperança de suas memórias voltarem. Ela foi morar com Ethan e Raquel, e está trabalhando como voluntária em um orfanato. Sua rotina é casa, orfanato, parque, onde se senta para ler o livro que sua mãe lhe deu de presente. Lá ela encontra um novo amigo, um husky siberiano, que lhe faz companhia todos os dias enquanto ela fica ali.

"A saudade que ele exalava me atingiu. Um desespero sufocante percorreu minhas veias e eu precisava dele como necessitava do ar para me manter viva." 

Nate está preso no Coemeterium e ele nem sabe quanto tempo se passou desde aquela noite em que seu coração se partiu, no momento em que perdeu sua Liza, sua Miosótis. Ele sobrevive buscando forças nas suas recordações e num sentimento que insiste em lhe dar esperança de que Liza esteja viva. Ele não sabe, só sente. E imagina se ela se salvou...

"Nem sempre a escolha certa é uma opção. Às vezes, só precisamos decidir com qual pecado seremos capazes de conviver..."

Liza está tentando, mas ainda não consegue por mais que tente, recuperar sua memória. Ela sequer se lembra de seus melhores amigos Amanda e Ben. As vezes tem flashes de momentos e de um par de olhos verdes como esmeraldas, e esse olhar diz e provoca nela sentimentos que mesmo esquecidos insistem em aparecer. Mesmo sem se lembrar, ela pressente que algo está para acontecer, e que talvez não seja coisa boa. Cercada por todos os lados, ela encontrará tanto ajuda, quanto problemas, onde menos esperava. 

Nate não consegue se livrar de Olaf e continua preso, mas uma ajuda surge, tirando ele do seu martírio. Seu salvador se chama Joan e ao que tudo indica, ele o guiará pelo tempo em que for preciso. Sendo assim Nate é levado ao Templo e será lá que ele vai descobrir quem é, e toda a história por trás da sua existência. Seu destino foi traçado há muito tempo e cabe a ele decidir qual caminho seguir. O amor por Liza o mantêm forte, mas talvez seja esse mesmo amor que o enfraqueça diante de seus inimigos. 

"Não deixa essas verdades apagarem tudo de bom que há em você, filha. Se existe a luz, ela é presente em você."

Liza descobrirá que todos tem o seu destino, e que tudo está ligado de alguma forma. O destino havia sido selado e ela conseguiu (com a ajuda dos seus amigos, e de seu amor) mudar isso no primeiro livro, talvez agora as coisas serão diferentes (ou não). 
Nate vai fazer de tudo para voltar a reencontrar sua Miosótis, ele sente que ela precisa dele tanto quanto ele dela, mas ele só conseguirá sair do Templo quando estiver pronto para as batalhas que virão. 
Novos planos, novos perigos, novas descobertas... destinos serão traçados a partir do momento em que você se deixar entrar no Templo.

"Quando o amor é verdadeiro, chega tornando realidade aquilo que parecia impossível."

A capa ficou maravilhosa e ao mesmo tempo instigante aos olhos de quem já se aventurou (e de quem ainda vai se aventurar) nesse mundo de sonhos, e  diagramação está linda e delicada, trazendo os pássaros em cada uma das folhas. A história é contada a partir dos olhos de Nate, Liza, Raquel, Ethan, e mais alguns personagens importantes.
O enredo está impecável e vem nos mostrar que surpresas podem e vão aparecer durante a leitura, e se vocês (assim como eu) achavam que já haviam descobertos todos os segredos por trás dessa trilogia, se preparem porque a emoção corre solta do início ao fim. Fortes emoções, muitas revelações, suspense, redenção, traição... tudo isso e muito mais os aguardam no Templo.

Carine consegue com maestria não só nos envolver na história, como nos mostrar que nem tudo é o que parece ser e que ainda existe muito mais a ser desvendado. E uau! Quando eu pensava que já não iria me surpreender, eis que mais respostas (ás minhas tantas perguntas) vão surgindo. E eu ainda estou me recuperando, porque (meu Deus) que final é aquele? Estou até agora aflita com aquele último capítulo. Eu só sei que preciso do próximo livro pra agora! 

"Se você é o erro, eu sou a falha. Fica comigo. Vamos errar essa noite, apenas hoje. Amanhã eu acordarei, sabendo que você foi o meu erro mais certo."

Ah e deixa eu contar para você a novidade... O último livro se chamará "A Morte".
Eu confesso que gostei, mas estou imaginando o que virá a partir desse título... hum só sei que posso me preparar porque depois dessas ultimas duas obras imagino que vá ser maravilhoso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Instagram