Header Ads

CRÍTICA DE FILME: MÃE SÓ HÁ UMA

Durante muitos anos viemos criticando nossos filmes nacionais da pior forma possível, prejulgando todos os filmes brasileiros antes mesmo de os assisti-los. E querendo tanto que a arte brasileira se parecesse com Hollywood acabamos por muito tempo não nos dando conta de que nosso cinema foi ganhando uma identidade, não só no modo em que as histórias são contadas, mas também em sua forma de gravação. 

Resultado de imagem para mae só há uma

Uma grande comprovação disso são os filmes dirigidos por Anna Muylaert atualmente, criadora de Que Horas Ela Volta e Mãe Só Há Uma. E em Mãe Só Há Uma é contada a história de um garoto um tanto quanto peculiar que foi roubado na maternidade e tem que aprender a lidar com sua "nova família". 

O filme tem uma grande representatividade, revelando várias críticas sociais subentendidas, como a forma que a vida de Pierre muda em relação a aceitação que ele não ganha de seus pais biológicos por de certa forma eles terem uma qualidade de vida melhor do que em sua antiga família e assim acabar recebendo mais cobranças.

Resultado de imagem para mae só há uma filme

A história é maravilhosa e os atores fazem um ótimo trabalho representando seus personagens, porém maior do que isso é principalmente toda a arte e exploração de filmagens que compõem o filme perfeitamente. Em muitas partes do longa há momentos de silêncio que deixam os espectadores pensando nas partes subentendidas ao esperarem as próximas cenas. 

Podemos perceber que Anna, a diretora, não corre muito atrás da ideia de fazer uma mãe heroína e a outra vilã, na verdade ela se quer direciona a parte dramática da história para o roubo de Pierre, mas acaba mostrando algo bem mais profundo, explorando coisas como identidade de gênero, quebra de estereótipo entre muitas outras! E por esse filme ter tanto para contar te aconselho a assisti-lo agora mesmo! Você pode encontrá-lo clicando aqui.

Nenhum comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.