LISTANDO: INDISPENSÁVEIS PARA OUTUBRO



Fala pessoal! O mês do Halloween está aí, e eu não sei vocês, mas eu amo! Como gosto bastante do assunto, separei três livros geniais que precisam estar na sua lista de outubro.

edição: Gabriel Resende

O primeiro livro que merece atenção é 'Exorcismo' de Thomas B. Allen. Lembra de 'O Exorcista', aquele que chocou várias pessoas quando foi lançado em 1973? Pois bem, este foi baseado em um livro (escrito por William Peter Blatty) que foi baseado nos fatos reais reunidos através de várias pesquisas e que resultou nessa 'benção' publicada pela DarkSide.

O que mais me encantou no livro, se é que podemos dizer isso, é que eles não fica nos impondo o terror de maneira artificial, o que deixa o livro verdadeiramente agoniante. Esse foi o primeiro livro a me deixar incomodado, pensando nos acontecimentos e até mesmo imaginando o quão real é tudo o que acontece por lá. Se interessou? Aí vai a sinopse.


Se a ficção consegue ser tão assustadora, imagine o poder contido na história real? Muitos não sabem, mas a obra-prima de W. Peter Blatty, O Exorcista, não se trata de uma invenção. Ela foi inspirada num fenômeno ainda mais sombrio, desses que a ciência não consegue explicar: um exorcismo de verdade. A história real aconteceu em 1949, e você pode conhecê-la — se tiver coragem! — no livro EXORCISMO, do jornalista Thomas B. Allen, lançamento da DarkSide Books em 2016. Exorcismo narra em detalhes os fatos que aconteceram com Robert Mannheim, um jovem norte-americano de 14 anos que gostava de brincar com sua tábua ouija, presente que ganhou de uma tia que achava ser possível se comunicar com os mortos. Thomas B. Allen contou com uma santa contribuição para a pesquisa do seu trabalho. Ele teve acesso ao diário de um padre jesuíta que auxiliou o exorcista Bowdern. Como resultado, seu livro é considerado o mais completo relato de um exorcismo pela Igreja Católica desde a Idade Média. Os investigadores paranormais Ed e Lorraine Warren definiram a obra de Thomas B. Allen como “um documento fascinante e imparcial sobre a lluta diária entre o bem e o mal”.



edição: Gabriel Resende


Meu primeiro contato com a história de 'Psicose' foi através da série Bates Motel, e desde então estou planejando ver os filmes e ler o livro. Recentemente, em uma maratona da qual estou participando, finalmente animei a ler e gente, não decepcionou nem um pouquinho. E o melhor, além de bom, é uma leitura que rende, muito gostoso de ler.

Robert Bloch, foi um sucesso. Soube muito bem equilibrar terror e suspense e te fazer querer aproveitar a leitura ligeira para ler tudo de uma só vez. Não sei o quão fiel é o filme, mas estou bem positivo. Acho que muitos já devem conhecer, mas caso não, dá uma olhadinha na sinopse.

Livro que deu origem ao mais famoso filme de suspense de todos os tempos. Psicose conta a história de Marion Crane, que foge após roubar o dinheiro que foi confiado a ela depositar num banco. Ela então vai parar no Bates Motel, cujo proprietário é Norman Bates, um homem atormentado por sua mãe controladora. Belo suspense, de tirar o fôlego!


edição: Gabriel Resende

Minha última indicação é 'Menina Má', livro de William March também publicado pela DarkSide. Apesar de não achar que a leitura flui tão bem quanto a de Psicose, não diria que isso a prejudica, eu só levei mais tempo para terminar do que eu geralmente levo. Fora isso: perfeito.

Uma história muito bem desenvolvida e com personagens e atitudes um tanto quanto marcantes. Vou ter que me segurar um pouquinho pra falar desse, porque estou doido pra fazer vários comentários que podem ser considerados como spoiler, e não quero atrapalhar a leitura de vocês. Por enquanto, fiquem com a sinopse.

Publicado originalmente em 1954, MENINA MÁ se transformou quase imediatamente em um estrondoso sucesso. Polêmico, violento, assustador eram alguns adjetivos comuns para descrever o último e mais conhecido romance de William March. Os críticos britânicos consideraram o livro apavorantemente bom. Ernest Hemingway se declarou um fã. Em menos de um ano, MENINA MÁ ganharia uma montagem nos palcos da Broadway e, em 1956, uma adaptação ao cinema indicada a quatro prêmios Oscar, incluindo o de melhor atriz para a menina Patty McComarck, que interpretou Rhoda Penmark. Rhoda, a pequena malvada do título, é uma linda garotinha de 8 anos de idade. Mas quem vê a carinha de anjo, não suspeita do que ela é capaz. Seria ela a responsável pela morte de um coleguinha da escola? A indiferença da menina faz com que sua mãe, Christine, comece a investigar sobre crimes e psicopatas. Aos poucos, Christine consegue desvendar segredos terríveis sobre sua filha, e sobre o seu próprio passado também. MENINA MÁ é um romance que influenciou não só a literatura como o cinema e a cultura pop. A crueldade escondida na inocência da pequena Rhoda Penmark serviria de inspiração para personagens clássicos do terror, como Damien, Chucky, Annabelle, Samara, de O Chamado, e o serial killer Dexter.


Essa é minha lista de indicações pessoal. Já leram algum? Comentem aqui suas opiniões. Ainda não leram? Tá esperando o que? Tem alguma dica? Quer vê-las nos comentários também! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Instagram