VIKINGS, OK OR NOT OK?

Em Vikings, você vai se sentir em uma emocionante aula de história! 


Ragnar Lothbrok é um guerreiro destemido, mas visto por todos de sua aldeia como um grande sonhador por acreditar que existem riquezas além dos lugares em que eles já exploraram. Após descobrir a Inglaterra e provar que suas teorias estavam certas ele acaba confrontando o homem mais renomado entre todos os Vikings e então começam os conflitos. 


Obviamente uma série produzida pela History Channel contaria uma história e tanto, cheia de detalhes sobre a época que os Vikings viviam e seguindo a risca uma linha temporal ao desenvolver da trama. 

Ela também sempre faz menção a Deuses e a mitologia. Inclusive, o próprio Ragnar, que é o personagem principal, tem visões ao decorrer da história e alega ser parente do grande Deus Odin, o "pai de todos os Deuses".

Sendo envolvente durante seus 45 minutos de episódio, ela te faz ficar focado o tempo todo. Porém, não é o tipo de série que te da tanta vontade de sair assistindo um episódio atrás do outro. 
                       

Uma coisa importante é você se ligar um pouco na classificação dessa série! Por ser em um tempo muito diferente do que vivemos e por se tratarem de bárbaros, seus momentos românticos são ligados diretamente ao sexo ou desejo proibido de ficar com alguém já casado ou coisas do tipo e a trama não tem pudor algum quando se trata de morte, tentando mostrar a maior quantidade possível de sangue e coisas grotescas.

Eu esperava um pouco mais dessa série e confesso que tive que começar a assisti-la novamente do início para tirar minhas conclusões e acho que falta história nela! Mas Vikings vem tendo criticas muito positivas e agora que a Netflix a disponibilizou até sua terceira temporada, o que foi um grande incentivo para eu começar a assistir, Vikings merece um OK!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Instagram