CRÍTICA DO FILME: ALICE ATRAVÉS DO ESPELHO


E mais um filme esperado em 2016 estreou nos cinemas, fazendo com que gastássemos ainda mais dinheiro comprando ingressos esse ano! Alice através do espelho conta mais uma parte da história da menina que novamente volta ao País das Maravilhas, dessa vez para ajudar seus amigos a curar o Chapeleiro Maluco de uma profunda depressão após fazer uma descoberta sobre seu passado.  

Logo no início do filme já conseguimos ver uma Alice mais vivida, com menos medo de encarar e surpreender todos com seus pensamentos a frente de seu tempo. No segundo filme da readaptação do desenho da Disney, a protagonista se mostra sem farpas na língua e já fica claro que ela fará tudo que bem entender para ajudar o Chapeleiro Maluco. 


Não é preciso ter visto o primeiro filme da adaptação para entender a história desse, basta você já ter assistido a antiga animação para se situar um pouco sobre como são os personagens. Contada de maneira simples a adaptação do livro de  Lewis Carroll faz com que a classificação indicada pudesse entender todo o filme. 

Uma coisa legal do filme é que por Alice ter que viajar pelo tempo para encontrar a família de Chapeleiro e tentar evitar o desastre ocorrido no passado, ele acaba levando o espectador a várias épocas da vida dos personagens, e ele também mostra como a vida de Alice está seguindo fora do País das Maravilhas. 



Também teve uma pequena homenagem nos créditos do filme para o ator Alan Rickman, que deu vida  ao personagem Severo Snape de Harry Potter. Antes de morrer ele fez seu ultimo trabalho no filme dublando a Lagarta, que agora aparece como uma borboleta que vive seguindo Alice desde que ela voltou para sua vida comum. 

O filme em si é meio infantil (Disney). Porém, os efeitos especiais e a precisão para contar sua história foi o que o salvou de não ser só mais uma adaptação meio infantilizada arrastada. Poderia ter sido melhor e sinceramente eu esperava mais, mas mesmo assim vale a pena assistir Alice através do espelho e tirar suas próprias conclusões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Instagram