O SENHOR DA CHUVA, DE ANDRÉ VIANCO

Senhor da Chuva é o primeiro livro publicado por Andre Vianco, escrito em 1998. Então é de esperar que a narrativa seja um tanto quando diferente lida em Os Sete, publicado em 2000. De qualquer maneira, não podemos negar que mesmo "iniciante", Vianco consegue contar uma boa história.


Gregório vive no submundo do tráfico de drogas a muito tempo e tem o mínimo desejo de se ver livre de tudo isso que o cerca. A oportunidade de uma grande venda aparece em sua frente, e Gregório enfim tem a possibilidade de conseguir viver uma vida diferente perto de sua família em Belo Verde.

Em um outro plano, totalmente oculto aos olhos humanos, Thal, um anjo que foi designado para cuidar de uma senhora muito devota e bondosa moradora vizinha ao apartamento de Gregório, vendo um fiapo de bondade no coração do rapaz, tenta protege-lo de um demônio chamado Khell.

No meio da grande negociação, Thal se vê perdendo uma grande batalha para o demônio e, por instinto, como ultimo recurso para sobreviver, Thal possui o corpo de Gregório e o manda para Belo Verde o fazendo esquecer de suas lembranças.


O livro tem uma narrativa dinâmica, porém muito enrolada. Não sei se conta de como foram distribuídos os capítulos ou as divisões de personagens não foram bem definidas, mas a questão é: me perdi diversas vezes no decorrer da leitura, infelizmente.

De qualquer maneira, o livro é ótimo depois de toda a enrolação até chegar a Batalha Negra. Tem todo um conceito bacana de um plano diferente. Ao mesmo momento em que uma batalha entre anjos e demônios ocorre, ninguém sabe do que realmente está acontecendo.

Para quem nunca leu André Vianco, LEIA! O livro é bom apesar dos tópicos citados. Eu já vinha nesse livro com uma expectativa grande após a leitura de "Os Sete", onde a história é mais interessante e te prende ainda mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Instagram