Header Ads

O CHAMADO DO CUCO, DE ROBERT GALBRAITH

Em "O Chamado do Cuco" somos apresentados ao personagem principal da série que possui o seu próprio nome, Cormoran Strike. Com uma escrita simples e cheia de estilo, Robert Galbraith, pseudônimo de J.K. Rowling, trás para nós um romance policial cheio de suspense e personagens que iram te marcar em seus 7 livros já confirmados.


A modelo Lula Landy foi encontrada morte na porta de seu prédio e tudo indica que ela mesma se jogou de seu apartamento. Porém, seu irmão não consegue se conformar que alguém cheia de vida, sonhos e com uma carreira em alta como a dela, possa ter feito uma coisa dessas. Por isso, vai procurar a ajuda de uma detetive particular; Cormoram Strike. 

Cormoram, um ex-militar que perdeu uma das pernas em combate e filho de uma celebridade (que não tem nenhum interesse pela fama que isso lhe trás). Com sua vida simplesmente de cabeça para baixo por conta de uma separação repentina e sem um tustão no bolso, aceita o caso e começa sua investigação junto com sua secretária temporária Robin Ellacott. 


Robin é uma mulher esperta, intuitiva, muito eficiente e que, com o passar dos dias, se interessar cada vez mais pelo trabalho de investigação. Assim como Cormoram, podemos ver nesse livro a evolução da personagem e de sua vida particular, onde a cada capitulo descobrimos algo novo sobre ela.

A história conta personagens únicos e reais. Eu que estou acostumada com Agatha e Sheldon, autores renomados de outras épocas, fiquei feliz e animada em ver algo tão palpável. 

Assim como Strike e Robin, Lula tinha seus problemas e complicações, além de possuir também transtorno bipolar e ser uma negra adotada por brancos. Vemos no decorrer do livro, histórias sobre como a modelo queria reencontrar seus pais e como a mídia a perseguia por conta de todas essas complicações. Ela era uma fonte de holofotes.


Um livro rápido de se ler e que, por mais que não tenha sido o melhor policial que eu já li, tem suas vantagens como; ser real ao nosso cotidiano e apresentar uma relação interessante por parte dos personagens. Uma escrita simples e que, com certeza, vai te prender.

Para aqueles que preferem a autora como escritora de fantasias, por favor, deixem as comparações de lado. Afinal, Harry Potter é todo um jogo de estratégia com relação a escrita, assim como os bons livos policiais devem ser. Então, deem mais uma chance e leiam O Bicho-da-Seda e Vocação para o Mal, tenho certeza que não vamos nos arrepender.

Nenhum comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.