DESCOBRINDO: ARLEQUINA DC COMICS



Arlequina foi criada em 1993, tendo sua primeira aparição na animação de Batman no episódio 22 (Joker's Favor), sendo apenas uma figurante que trabalhava no Asilo Arkham como psiquiatra, designada a entender a sanidade mental de Coringa, por quem acabou se envolvendo. Em vez de descobrir o que se passava na cabeça dele, ela acabou ficando perdidamente apaixonada e sendo muitas vezes manipulada pelo vilão.

A famosa personagem da DC acabou ganhando popularidade rapidamente, o que fez a editora publicar o HQ "Batman Harley Quinn" em 1999, e foi só uma questão de tempo até ela ganhar sua própria comic que chegou a ter 38 edições. 

Harley Frances Quinzel é filha de uma mãe rígida, um pai criminoso e tem um irmão com problemas mentas. Ainda adolescente, ela decidiu cursar psiquiatria (ou psicologia dependendo da história) para tentar entender os motivos de seu pai ter chegado a matar uma pessoa. Sendo uma das melhores ginastas de seu colégio, Harley ganhou uma bolsa de estudos para a faculdade Arkham. Porém, muitas vezes ela não se esforçava muito para conseguir suas notas, preferia gastar seu tempo seduzindo seus professores.   


Além de seu amor por Coringa, Arlequina já se envolveu com outros personagens! Ela sempre pareceu muito próxima de Hera Venenosa, fazendo com que houvessem muitas dúvidas sobre qual era o real envolvimento das duas vilãs de Gotham. Sendo comprovado a não muito tempo pelo Twitter Oficial da DC Comics que as duas namoram e mantêm um relacionamento aberto. Também aparece na edição 0 de "Arlequina Novos 52" ela se referindo a Hera como sua namorada. E Harley também já teve um romance com Pistoleiro, um de seus parceiros do Esquadrão Suicida

Mesmo não tendo nenhum poder, Arlequina foi uma das vilãs que chegou mais perto de revelar a verdadeira identidade de Batman. Por ser muito inteligente e uma ótima estrategista a vilã consegue se destacar dos meros ladrões de Gotham City. Ao ter tomado uma doze de uma injeção aplicada por Hera Venenosa, Arlequina ficou imune a qualquer tipo de veneno e também aos gases do riso e medo e aumentou sua velocidade e habilidades, o que a faz conseguir lutar com Batman de igual para igual.


Ela não é muito chegada em armas de fogo, sempre acaba se defendendo com o que encontra pela frente e muitas vezes usa sua marreta a qual apelidou de Beatriz, como sua principal arma.

Uma coisa ruim da vilã é como seu amor maluco por seu Pudinzinho a faz ser facilmente manipulada por ele, mesmo o arqui inimigo de Batman a tratando mal e não querendo sua companhia diversas vezes. Arlequina é uma mulher forte, mas por Coringa ser seu ponto fraco ela acaba perdendo sua credibilidade quando o assunto é ele. Mesmo assim, da para entender, pois isso faz a personagem ser ela. E o estranho é que muitos acreditam que o vilão até gosta dela, por já ter demostrado afeto, mas ele também parece ter um jeito bem insano de mostrar isso e ser incapaz de admitir o que realmente sente.  

Um comentário:

  1. A Arlequina se tornou um personagem emblemático na série animada e foi grande a espera para que surgisse nas HQs. Aqui no Brasil, sua primeira aparição foi na HQ Batman #4, publicado pela editora Abril em Novembro/2000, durante a saga Terra de Ninguém (a saga Terremoto tem importância na sua origem nesta fase). Além da história bacana, a capa é de Alex Ross.

    ResponderExcluir

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Instagram