Header Ads

Então, conheci minha irmã.

Sou a mais nova de três irmãos, então, comecei esse livro de maneira um pouco cética pensando que o titulo era autoexplicativo, mas não é. Então, conheci minha irmã é um dos livros mais lindos que eu já li e me fez enxergar não só meus irmãos, mas sim toda a minha família de uma forma diferente.



Summer nasceu quando Shannon morreu. Isso já é bastante duro para mim, saber que tinha alguém que veio antes de você e que já se foi, mas de alguma forma ainda está ali. Summer meio que odeia Shannon, e eu não consigo julgar ela por isso. É bem chato nascer com os outros esperando que você seja uma cópia idêntica da sua irmã morta, como um objeto de substituição.




"Nossa casa é como um museu de Shannon, com destaque para o Corredor da Fama, com uma foto emoldurada para cada ano escolar. Conforme se anda pelo corredor, em direção à sala, parte-se de uma emenina do primeiro ano, sem dentes para chegar a uma estonteante loira em poucos passos. O efeito é o mesmo de uma bolha que cresce, cresce, cresce até estourcer."

Summer realmente acha que a sua irmã era perfeita, então nem tenta se igualar a ela se mantendo sempre fora de foco, não entra em clubes nem se esforça nas aulas, acho que com isso ela tenta se parecer o mínimo possível com Shannon, para que as pessoas não façam comparações. Quando Summer recebe o diário de Shannon como presente de aniverário, espera encontrar páginas e mais páginas de uma vida perfeita, porém não é isso que acontece.



Shannon é totalmente imperfeita, mentirosa, egoísta, ela ama demais e também odeia. Summer descobre com uma certa surpresa que a sua irmã era humana, com alma e tudo.

"Meu Deus, mamãe ainda consegue me fazer sentir culpa. Por quê? Será que dezessete anos e meio de perfeição não bastaram para ela? Não posso me dar ao direito de uma mentirinha aqui e acolá? Tudo bem, elas não estão tão ocasionais hoje em dia, mas talvez esteja compensando pelo tempo perdido. Até parece que, quanto mais eu acerto, mais ela quer que eu melhore: “Um A no seu boletim? Mas, no semestre
passado, você tirou A+! O que há de errado com você?!?”. Ou: “Segunda colocada no concurso de Miss Espiga de Milho dos Estados Unidos? Ai, que horror! Vamos
começar a treinar IMEDIATAMENTE para o próximo concurso! Acorde para a vida, Shannon! Nada além da perfeição absoluta serve para mim!” "

Por meio do diário, Summer também passa a conhecer os seus pais, principalmente a sua mãe. Ela tem a oportunidade de ser íntima de alguém que por 17 anos só ouviu falar, eu adorei isso no livro, a forma que Summer cresceu, ela conseguiu aprender com os erros de Shannon e passou a ser mais compreensiva, a amar mais e ter em mente que ninguém é perfeito em tudo.



Christine Hurley Deriso despertou-me da melhor forma possível para as pequenas coisas que deixamos escapar quando convivemos com a nossa família, tentar conhecer e realmente se por no lugar dos nossos pais e irmãos, essa é a maior mensagem do livro.

Um comentário:

  1. Fiquei super curiosa parece ser muito interessante, beijos

    http://www.angelimcosmeticos.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.