Header Ads

EU SOU O MENSAGEIRO, DE MARKUS ZUSAK

Na minha percepção, todos nós nascemos com algo de importante para fazer na terra, pode ser uma coisa considerada pequena, ou então, algo grandioso, mas de qualquer forma, muda a vida de alguma pessoa além de nós.


"Não tenho lá muito planos pro futuro, e as possibilidades são poucas. Tirando isso, leio mais livros do que deveria, sou um zero à esquerda na cama e não entendo nada de imposto de renda."


No começo você se identifica com o personagem, Ed Kennedy tem uma vida cheia de mesmice, e não toma nenhuma iniciativa para mudar isso, até que um dia, em um surto de coragem ele se torna famoso, e como se não bastasse, recebe a primeira carta, um Ás capaz de transformar ainda mais a sua vida.
Ganhei Eu sou o mensageiro já faz um tempo, uma amiga muito querida me indicou, e na primeira oportunidade, indiquei para outra pessoa. 

"Antes até de começar a entrar em detalhes sobre mim, acho melhor ir contando alguns outros fatos: 1. Quando tinha 19 anos, Bob Dylan já era veterano da noite do Greenwich Village, em Nova York. 2. Salvador Dalí já tinha pintado uma porrada de quadros sensacionais e se rebelado quando fez 19 anos. 3. Joana D’Arc era a mulher mais procurada e caçada no mundo quando tinha 19 anos, tendo criado uma revolução. Dai vem Ed Kennedy, tambem com 19 anos de idade..."

O grande ponto nesse livro é: "pequenos milagres" também precisam acontecer, então já vou avisando que, o jovem Ed não vai salvar o presidente dos EUA, não vai acabar com a fome, e nem descobrir a cura do câncer. Ed Kennedy vai mudar vidas de pessoas normais, com problemas e medos ás vezes considerados fáceis de resolver, mas que no fundo, não são assim tão simples.


Todos os temores, anseios e dúvidas que o personagem tem, nos levam a lembrar do nosso próprio "eu", e de que, mesmo que não tenhamos recebido cartas e coordenadas, podemos ser mensageiros para alguém.

Um pequeno mistério cerca o livro, não muito complicado, então não me surpreendeu, a trajetória do personagem é melhor do que seu desfecho, e o seu par amoroso também não me deixou feliz, acho que é porque o livro passa tanta coisa, e a parceira dele no final acaba não sendo boa o bastante, pelo menos não naquele momento, quando ele tem toda uma nova perspectiva e tudo mais, mas enfim, é uma leitura viciante, e ensina muito sobre tudo, Eu sou o mensageiro devia ser proclamado, apesar do que eu citei acima, o melhor livro da década.


"E se um cara como você consegue fazer o que você fez por toda essa gente, talvez todo mundo consiga. Talvez todos possam superar seus próprios limites de capacidade. 

"– Ed? – Ritchie diz mais tarde. Ainda estamos dentro da água – Só tem uma coisa que eu quero. - O que é, Ritchie? Sua resposta é simples: - Querer."

5 comentários:

  1. ainda não li esse livro, mas depois que você gostou, fiquei super curiosa.
    http://biscoitosdelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou ^^. Lê mesmo hein, com certeza você vai amar.

      Excluir
  2. Simplesmente AMEI esse livro! A mensagem que ele trás é linda e nos faz pensar em tudo o que já fizemos e queremos fazer! Sempre indico ele! *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, amo tudo que ele ensina, é o livro mais verdadeiro que eu já li.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.