Header Ads

https://www.amazon.com.br/b/ref=as_li_ss_tl?node=16337903011&pf_rd_m=A3RN7G7QC5MWSZ&pf_rd_s=merchandised-search-1&pf_rd_r=25NB0E9QZ77ARZK9R4XS&pf_rd_t=101&pf_rd_p=016d5e8e-fbd7-4556-89df-e2fa66391ee3&pf_rd_i=16337903011&linkCode=ll2&tag=maravilhdesco-20&linkId=fd09f073782dbee08f43fefbb4db448b

À Procura de Audrey, Sophie Kinsella


Quando Sophie Kinsella divulgou que iria publicar um novo livro e dessa vez fugindo do tema habitual eu fiquei "hun.. ok! A mulher é boa, então vai conseguir com certeza!"

Por um certo lado eu acertei. O livro é muito bom mesmo. Personagens completos e bem descritos e, por mais que a história fale sobre temas bem complicados (bulliyng e depressão) a autora conseguiu de fato continuar com seu toque costumeiro de humor, mas...

Autora: Sophie Kinsella | Editora: Galera Record | Páginas: 334




Audrey sofreu bulliyng constante na escola e isso acabou causando a menina diversos problemas, como por exemplo, não conseguir mais sair de casa e se esconder atrás de seus grandes óculos escuros para não ter mais contato visual algum nem mesmo com sua família. 
"Os olhos de outras pessoas são infinitos e é isso que me assusta"

A menina tem uma família normal. Uma pai reservado, um irmão viciado em LOC - jogo muito famoso de pc onde jogadores podem ganhar prêmios em dinheiro por jogá-lo. Outro irmão mais novo chamado Felix, de apenas 4 anos e que é um super fofo e uma mãe super preocupada com seus filhos e igualmente preocupada com o que irá sair no Daily Mail do próximo dia. Tudo que ela lê nesse jornal é posto em prática, mas nossa história começa quando ela se depara com uma matéria que tem TUDO HAVER com o filho dela:

"Os Oito Sinais De Que Seu Filho Está Viciado Em Jogos De Computador" 
Tudo na vida de Audrey esta igual a quando ela saiu da escola, ela continua tentando se recuperar, mas é quando Linus chega e faz a menina ver que pode sim haver algum pingo de esperança para que ela seja feliz. 




O livro é bom! Os personagens são os melhores que já li. Eu me cativei com cada um deles, o que já é um costume com as figuras da autora. Principalmente com a mãe da menina que é a melhor de todas. Eu simplesmente adorei!

Porém, acredito que talvez tenha sido esse o maior "erro" da autora com o livro. Por mais que existam questões mal resolvidas, a autora que é tão ligada com personagens de 25+ (que são as idades dos livros que ela geralmente escreve) puxou muito a questão dos problema familiares para a obra, deixando de lado o verdadeiro porquê do livro.




Divertido e cheio de informação. O interessante mesmo é que você acaba torcendo junto com os personagens. Torcendo não só pela Audrey, como também por Frank. Até porque esse é o típico livro criado para: eu sou a principal, o meu nome está ali na frente, eu conto a história... mas de umas outras pessoas (da minha mãe e do meu irmão).

Por fim, o livro contêm os melhores personagens, o melhor primeiro quase beijo, o melhor beijo, o melhor encontro e etc.. tem muitos "melhores" e por mais que tenham sim questões faltando, o livro vale a pena. 

Um comentário:

  1. Eu nunca li nada da Sophie, nunca fui muito fã de Chiklit, talvez isso tenha me espantado, mas estou com vontade de ler A procura de Audrey, quem sabe não curto né?

    http://www.livrologias.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.