Header Ads

https://www.amazon.com.br/b/ref=as_li_ss_tl?node=16337903011&pf_rd_m=A3RN7G7QC5MWSZ&pf_rd_s=merchandised-search-1&pf_rd_r=25NB0E9QZ77ARZK9R4XS&pf_rd_t=101&pf_rd_p=016d5e8e-fbd7-4556-89df-e2fa66391ee3&pf_rd_i=16337903011&linkCode=ll2&tag=maravilhdesco-20&linkId=fd09f073782dbee08f43fefbb4db448b

Redenção #1: Legionella, de M. A. Costa

REDENÇÃO - livro um: legionellaTitulo: Redenção Vol #1: Legionella
Autora: M. A. Costa
Editora: Livros Ilimitados
Ano: 2014
Páginas: 270 páginas
Classificação: 4/5 | Adicione no Skoob 
Caos, ódio e morte voltam a bater à porta da humanidade. No século XXVI, um grupo racista desenvolve uma super bactéria que mata seletivamente. Caberá a Peter Brose, político jovem, influente e bem intencionado, o desafio de salvar a humanidade de sua autodestruição. Entretanto, sua experiência de vida não o preparou para os fatos deploráveis que se seguirão. Legionella, primeiro livro da série Redenção, dá o pontapé inicial nesta trilogia de ficção científica com muita ação, suspense e imaginação. Ao mesmo que o mundo idealizado pelo autor tem a plausibilidade como principal característica, os personagens que nele habitam são únicos, e os caminhos que a obra segue são marcados pelo inesperado. Além de entreter, a obra de M.A. Costa leva o leitor a refletir sobre a essência humana e os caminhos que a humanidade insiste em seguir, apesar de sua privilegiada capacidade de evolução como espécie e de cada um de nós como indivíduo.

Em Legionella somos introduzidos ao século XXVI e o primeiro livro da série de Ficção Científica vamos lidar com uma bactéria que está matando seletivamente. Está nas mãos de Peter Brose descobrir e arriscar a própria vida atrás desse grupo racista que a desenvolveu e acabar entrando na maior e mais interessante aventura de sua carreira.

O que mais gostei no livro foi, além dos fatos e de toda história envolvida em si, a bactéria. Sabem que sou grande fã de vilões e essa é a maior e mais complexa vilã que já li. Numa guerra, sempre levando em consideração uma frase muito famosa; "os dois lados saem perdendo de alguma maneira", na história de Marcelo somente um lado sai prejudicado a menos que peguem os culpados.



Legionella é uma história arrebatadora que vai te fazer pensar na grandiosidade de maldade que as pessoas são capazes de fazer para defender o que acreditam. Em uma perseguição envolvente, Peter vai nos mostrar um mundo totalmente novo e cheio de descobertas.

Adorei a forma que Marcelo mostra para nós o Brasil. Ao invés da história ser passada totalmente aqui, como vemos em muitos livros brasileiros, o autor transforma o Brasil em uma "potência" e, como em uma viajem, somos transportados para a natureza e a beleza da pátria amada.

Aqueles que gostam de uma história de ficção aproveitem Redenção com unham e dentes. Um dos poucos livros do gênero vindo de um auto brasileiro. Além deste, existe também o conto Metrovianos - A Origem, que em minha humilde opinião é a melhor parte do livro, que está disponível na Amazon por um preço bem justo que eu recomendo muito. 

Um comentário:

  1. Oi, Mari! Tudo bem?

    Gostei da premissa deste livro; gosto deste estilo de livro e provavelmente eu o leia.
    Achei interessante o fato de você descrever a seguinte parte: "o autor transforma o Brasil em uma potência".

    Mari, está rolando sorteio no blog Irmãos Livreiros corre lá para participar! Ficarei super feliz com sua participação! :)

    Beijos!
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.