Header Ads

A Seleção - Conto A Rainha

Titulo: A Seleção - Conto A Rainha
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Ano: 2015
Páginas: 70 páginas
Classificação:  4/5 | Adicione no Skoob 
Uma das personagens mais cativantes de A Seleção é a rainha Amberly, mãe do príncipe Maxon. Ao longo da série, descobrimos pouca coisa a seu respeito, e muitas dúvidas permanecem: como uma pessoa tão bondosa e gentil se apaixonou por um homem rígido e impiedoso? Por que Clarkson a escolheu, considerando que ela vinha de uma casta baixa e de uma província pobre? E qual era exatamente seu estado de saúde? Chegou a vez de Amberly contar sua própria história. Em A rainha, disponível em edição digital, acompanhamos a Seleção anterior à de America Singer, quando Amberly foi ao palácio com outras trinta e quatro garotas para disputar o coração do então príncipe Clarkson. O leitor enxergará uma nova faceta do rei através dos olhos apaixonados de Amberly, entenderá melhor o relacionamento dos dois e conhecerá um pouco mais do passado dessa personagem tão encantadora — uma garota simples que provou que uma rainha pode vir de qualquer casta.
Amberly é uma simples quatro que está disputando a final da Seleção com algumas outras meninas de castas mais baixas que a dela. Por morar numa das piores províncias do país, Hundúragua, seus problemas de saúde são grandes e, por conta de várias idas a ala hospitalar do palácio, Amberly se tonou mais ausente que as outras perto do príncipe Clarkson.

Diferente da primeira seleção que presenciamos, onde América é cheia de si e nunca pensou em se casar com o príncipe Maxon, nesta Amberly sempre amou Clarkson. Antes mesmo de ser selecionada a jovem já sonhava com o dia que os dois iriam se encontrar e ficar juntos felizes para sempre.

Foi incrível poder entrar novamente no mundo de Kiera e poder ver que a rainha Amberly sempre foi essa pessoa simples e boa que conhecemos antes. Por mais que seu amor por Clakson tenha a cegado, foi exatamente esse amor que a fez subir ao trono.

Clarkson, como já esperávamos, nasceu cercado num lar de discórdia. Onde o amor de seus pais, com o tempo, foi ficado cada vez mais desgastado com muitas brigas e gritos. Mesmo assim, já desta história, podemos ver um rei controlador e sedento de poder que Clarkson se tornaria.

Gosto mesmo de ver história paralelas, opostas ou até mesmo em épocas diferente de livros que eu adorei acompanhar. Meu medo é que em “A Herdeira” veremos também uma história cercada pela Seleção e isso me faz pensar em quando cansarei de ler sobre o mesmo assunto?

Mesmo que Kiera entre sempre com uma personalidade diferente vinda dos protagonistas, ainda me receio quanto a tudo isso. Espero mesmo que a autora nos surpreenda em A Herdeira e espero de verdade não cansar tão cedo desse amor que sinto por essa série.



ACOMPANHE AS RESENHAS ANTERIORES:

VEJA TAMBÉM A COBERTURA DOS EVENTOS DA KIERA NO RIO DE JANEIRO

Nenhum comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.