Header Ads

https://www.amazon.com.br/b/ref=as_li_ss_tl?ie=UTF8&node=12565546011&linkCode=ll2&tag=maravilhdesco-20&linkId=9c1389fb3385fb9165be2a5665b43d9c

Fique onde esta e então cora por John Boyne

Fique onde está e então corra

Título: Fique onde esta e então corra
Autora: John Boyne
Editora: Seguinte
Páginas: 224
Ano de publicação: 2014
4/5  |  Skoob

Alfie Summerfield nunca se esqueceu de seu aniversário de cinco anos. Quase nenhum amigo dele pôde ir à festa, e os adultos pareciam preocupados - enquanto alguns tentavam se convencer de que tudo estaria resolvido antes do Natal, sua avó não parava de repetir que eles estavam todos perdidos. Alfie ainda não entendia direito o que estava acontecendo, mas a Primeira Guerra Mundial tinha acabado de começar. Seu pai logo se alistou para o combate, e depois de quatro longos anos Alfie já não recebia mais notícias de seu paradeiro. Até que um dia o garoto descobre uma pista indicando que talvez o pai estivesse mais perto do que ele imaginava. Determinado, Alfie mobilizará todas suas forças para trazê-lo de volta para casa.

John Boyne já é, para mim, um dos autores que merecem um grande respeito. A ideia de misturar fatos verdadeiros, como as Guerras Mundias, e mostrá-las de um ângulo um tanto quanto diferenciado, é uma ideia de mestre e merece respeito.

Em Fique onde está e então corra vamos acompanhar a vida de um menino chamada Alfie que está comemorando seu aniversário de cinco anos quando a 1ª Guerra Mundial começa.

Como ainda é muito pequeno, o menino não consegue entender os fatos realmente. A única coisa que ele sabe é que seu pai chega em casa com uma farda e toda sua família começa a falar que aquilo é o fim do mundo e chorar.

Já mais velho Alfie vê sua vida mudar por completo. Sua mãe começa a trabalhar durante todo o dia e não dar nenhuma atenção a ele, não há mais aquele alegria estampada nos rostos das pessoas e, ainda por cima, seu pai parou de escrever cartas para ele o que o deixa sem nenhum esperança de ver seu pai vivo.

Uma história linda que emociona qualquer um. É verdade que o livro, assim como O menino do pijame listrado, é contato por uma criança que já me deixa um pouco irritada quanto a escrita do personagem. Mas não podemos deixar de ver a genialidade por trás de John.

Vamos observar como foi a guerra por trás da estória que vemos nos livros de História. Vamos ver ela pelo ângulo certo, ao meu ver. Vamos ver como ela realmente foi para aquele que a viveram. É isso que mais adoro em livros assim. 

O desenvolvimentos dos fatos não me agradou nesse livro. Eu achei que tudo fui muito sistemático e horas até bem cansativo. Não houve muitos momentos de entusiasmo da minha parte. Achei que ficou tudo muito distribuído, quando eu via que ia acontecer algo muito bom que iria me pender, aquilo era contado de forma rápida e acabava. 

Não sei se deixei passar alguma mensagem com relação a esse desenvolvimento do livro, mas para mim nada agradou. Talvez ele queira mostrar a cabeça de uma criança que pensa as coisas de forma simples e rápida, mas nem com essa explicação esse fato me agradou. EU QUERIA MAIS!

Contudo, o livro fala acima de tudo do amor. O jeito que Boyne causa impactos com frases/palavras é de dar medo. E o que é mais legal é que tudo que ele fala nós ficamos esperado com um "Q" de mistério, como por exemplo todas as vezes que ele fala que tudo que fazemos é "POR AMOR" e Alfie, que só tem cinco anos, não entende direito. Eu pelo menos fiquei esperando até o último momento para ver o que o menino iria desenvolver dessa frase.

Genial e cheio de vida, o livro é recomendado por mim para todas as idades. Peço ainda que se for ler esse leia também o Menino de pijama listrado que é uma obra fascinante que merece ser lida. John Boyne é um grande escritor e eu só espero que eu leia muitos e muitos outros livros dela ao decorrer da minha vida.


Nenhum comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.