Header Ads

https://www.amazon.com.br/b/ref=as_li_ss_tl?ie=UTF8&node=17372554011&linkCode=ll2&tag=maravilhdesco-20&linkId=a0bab6bcf0191dcca873f385f3f6fecc

Como eu me apaixonei por Audrey Hepburn


Não sei se vocês sabem, mas eu tenho/tinha uma certa fobia de filmes clássicos. Porém, a um tempo atrás comecei a fazer um projeto pessoal que seria ver mais filmes desse estilo para ver se me acostumava com a ideia.

O primeiro filme que vi foi Bonequinha de Luxo da tão conhecida Audrey que todos falavam para mim, mas eu nunca levei fé na atriz. Depois que vi o filme (e o resenhei aqui) fiquei maravilhada. 


Posso ter exagerado um pouco no título da postagem, mas realmente a atriz me surpreendeu. Não só pela atuação, mas também pela história que li em diversos sites (irei colocar uma bibliografia ao final da postagem para quem se interessar em saber mais). Ela era uma atriz completa e isso me impressionou demais. 

Pesquisei muito sobre ela em sites/livrarias e resolvi selecionar mais alguns filmes que ela atuava para ver. Abaixo vou listá-los junto com uma breve sinopse sobre eles. 

Minha Bela Dama (1964) PosterMinha bela dama (1964)
O filme conta a história de Eliza Doolittle, uma mendiga que vende flores pelas ruas escuras de Londres em busca de uns trocados. Em uma dessas rotineiras noites, Eliza conhece o formidável professor de fonética Henry Higgins e sua incrível capacidade de descobrir muito sobre as pessoas apenas através de seus sotaques. Quando ouve o horrível sotaque de Eliza, aposta com o coronel Hugh Pickering que em seis meses pode fazer com que essa pobre coitada que mal sabe falar consiga se passar desapercebida por uma bela dama em meio à alta sociedade.










A Princesa e o Plebeu (1953) Poster
A princesa e o plebeu (1953)
A Princesa e o Plebeu é uma espécie de história de Cinderela às avessas. Uma princesa riquíssima tem uma crise nervosa por causa da agenda cheia de compromissos repetitivos e entediantes: o que ela quer é apenas viver como uma garota normal. Então durante a noite foge do seu palácio e acaba encontrando não um príncipe encantado, e sim um jornalista interesseiro, que a reconhece (embora ela não saiba disso) e quer conseguir uma reportagem exclusiva que lhe renderá uma enorme quantia de dinheiro.










Cinderela em Paris (1957) Poster
Cinderela em Paris (1957)
Quando a importante editora de uma revista de moda (Kay Thompson) e seu principal fotógrafo Dick Avery (Fred Astaire) escolhem uma livraria para sua próxima sessão de fotos, Dick descobre o rosto encantador da balconista e filósofa amadora Jo Stockson (Audrey Hepburn). Em Paris, Jo logo se transforma em top model global... e acaba se apaixonando pelo fotógrafo que foi o primeiro a notar sua face luminosa e divertida.












Sabrina (1954) Poster
Sabrina (1954)
Sabrina Farchild (Audrey Hepburn) é filha do chofer da família Larrabee, cujos filhos são os opostos em pessoa. De um lado, Linus (Humphrey Bogart) é totalmente voltado ao trabalho. De outro, Davis (William Holden) é um playboy por natureza. Após passar dois anos em Paris, Sabrina retorna à mansão dos Larrabee, como uma nova mulher, elegante, sofisticada, madura. Ela desperta a atenção dos dois homens e, quando percebe, já está envolvida num triângulo amoroso dos mais complicados..











Como Roubar Um Milhão de Dólares (1966) Poster
Como roubar um milhão de dólares (1966)
Nicole Bonnet (Audrey Hepburn) é filha de um falsificador de obras de arte que pede a ajuda de Simon Dermott (Peter O'Toole), um desconhecido que recentemente invadiu sua casa, para roubar uma estátua. O pedido é feito porque seu pai, Charles Bonnet (Hugh Griffith), emprestou para um museu a estátua e sem ler um documento, autorizou exames que provem a autenticidade da obra. Quando os testes forem feitos ficará claro que a obra é falsa, assim será comprovado que ele é um falsificador.








Um comentário:

  1. OMG! Eu simplesmente amo a Audrey <3 Acho ela super linda e fabulosa. Comecei a saber mais dela através dos livros de GG, porque a Blair é obcecada por ela. Daí eu vi uma série que contava sobre toda a vida dela e achei tão triste. Depois vi Bonequinha de Luxo e My Fair Lady, e ainda me arrependo de não ter visto os outros filmes dela. E to louca para ver Guerra e Paz.
    Fico tão feliz que a Audrey ganhou mais uma fã <3
    Beijos, seguindo aqui c:
    http://portras-daslinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.