Header Ads

https://www.amazon.com.br/b/ref=as_li_ss_tl?ie=UTF8&node=12565546011&linkCode=ll2&tag=maravilhdesco-20&linkId=9c1389fb3385fb9165be2a5665b43d9c

Crítica do filme: Os estagiários



O filme conta a história de dois vendedores de relógios que estão, digamos assim, ultrapassados.

Quando os dois amigos são demitidos de seus antigos empregos, eles precisam arranjar, de qualquer forma, um novo jeito de se sustentar. O problema é que nenhum dos dois possuem nenhuma habilidade especial, além de sua lábia natural de vendedor. 

Desesperados e sem ter para onde fugir, eles decidem ingressar em um dos mais difíceis e concorridos programas de estágio, o do Google. Além das limitações obvias que os, agora estagiários, possuem, aparece também em seus caminhos os jovens de hoje em dia. Cada vez mais ambiciosos e brilhantes, que fazer de tudo para conseguir o que querem. 

Os testes para conseguir a tão cobiçada vaga de estagiários é feito da seguinte forma: Todos os selecionados para a segunda fase devem se juntar em grupos. Cada grupo deve realizar certas tarefas que serão dadas no período de uma semana. O grupo que obtiver mais "pontos" ganhar a vaga. Cabe agora aos dois se juntarem a um grupo de nerds mais poderosos para que possam conseguir a tão desejada vaga no Vale do Silício

Os atores, Vaughn e Wilson, mais uma vez se unem para formar um filme com cenas bem formuladas e divertidíssimo. É impossível não reparara a química que existem entre os dois.

 Por mais que eu não gosto muito desse estilo de filme "merchandising" esse conseguiu me prender em diversas partes. O filme faz referencia a diversas obras atuais, como Harry Potter (uma das partas mais engraçadas na minha opinião), Game of Trones e Jogos Vorazes

O trabalho feito foi incrível e merece crédito, mas não é um filme que eu veria de novo. Apesar de partes muito boas, em diversas outras ele não me envolve tanto.

Nenhum comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.