Header Ads

Crítica do filme: Invasão a casa branca.


A casa branca está prestes a ser invadida por um terrorista, até então, desconhecido. Um súbito ataque em um dia normal dá inicio a essa invasão. E o filme já começa assim, com muita ação e adrenalina.

O filme é dividido em duas partes: a primeira, e mais interessante, é marcada por um choque total. Pessoas morrendo do nada, espanto de todos por tamanho poder que a Coreia teve sob os EUA em tão pouco tempo, um esquema muito bem bolado para a invasão seguido de cenas surpreendentes prendem sua atenção.

Já na segunda, bem diferente da primeiro, vira um típico filme de resgate, onde nosso ator principal, Mike, torna-se a ultima esperança para salvar não só o presidente como também todo os EUA.

É espantoso a diferença das partes.  A primeira parte te prende por completo em questões de segundo, já a segunda te deixa de saco cheio. O patriotismo se excede além do limite.

O contexto do filme é claro, e o que ele transfere para o publico também. Invasão a casa branca mexe exatamente com o orgulho ferido dos americanos, e com isso, era de se esperar que o filme fizesse tanto sucesso por lá. Aqui no Brasil também alcançou um publico muito grande, mas simplesmente pelas cenas de ação que o filme faz com excelente performance e não pelo contexto do filme em si.

Um comentário:

  1. Nunca vi, pela resenha achei até legal!

    Beijos,
    estou te seguindo, retribui?
    http://soudivapqs.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.