Header Ads

Querido John - Nicholas Sparks


Editora: Novo Conceito.
Número de páginas: 288 pág.
Data de publicação: 2010.
Resenhista: Mari Martelote.
Avaliação: 5 estrelas.

E agora, por onde começar? Afinal de contas, é Nicholas Sparks né galera?! Difícil mesmo falar desse livro. Eu simplesmente o amei, assim como a maioria esmagadora da população que teve a honra de ler. Não é só o livro que encanta, o filme também é MEGA 10! Eu, particularmente, vi o filme antes de ler. Foi o primeiro livro de Sparks que eu li e  assim que chegou a bienal aqui no Rio eu comprei simplesmente TODA A COLEÇÃO! O livro é lindo, fascinante, e faz com que você entre COM TUDO na trama. Sparks é, com todas as letras, O CARA!

Sinto tanto a sua falta que até dói.

Bom, vou começar com John. Pra mim Channing Tatum é, e sempre será, o MEEEEEU John! Não adianta, eu vejo esse cara e logo falo: AAAAH, É O JOHN! Ele, o Channing Tatum John quando criança adora sair com seu pai em busca de moedas raras. Seu pai era um louco, apaixonada, fascinado, viciado colecionador de moedas. O tempo passou e John perdeu o interesse pelas moedas. Ele queria conversar com seu pai sobre a vida! Percebendo que seu pai fugia de assuntos como o abando de sua mãe, John se rebelou. Apos muitas decepções vinda tanto de seu pai quanto de assuntos exteriores, ele resolve enfim se alistar no exército.


Aprendi que amar não significa estar junto, mas sim querer ver a pessoa feliz, mesmo que isso custe a sua felicidade.

Em uma de suas visitas programadas para ver seu pai, John conhece Savannah (eeee.. vem que vem historia de amor!). Savannah é linda, inteligente, madura, responsável e se apaixona perdidamente por Jonh desde a primeira vez que o vê. Assim como ele por ela. Também, com tantas qualidades eu acho que até EU me apaixonaria (brincadeirinha! te amo muito amor!). Porém, John querendo ou não é do Exército. Ele precisa ir, precisa viajar para a Alemanha, onde voltaria sua vida normal como soldado. E mesmo não querendo deixar Savannah ela é obrigado a voltar e ir para longe dela. 

A lua está cheia, algo que me faz pensar em você. Pois sei que não importa o que estou fazendo, e onde estou, esta lua será sempre do mesmo tamanho que a sua... do outro lado do mundo.

E agora? E a distância? O amor sempre prevalesse. A distancia, as brigas, ou qualquer outras coisa não importam. Porém, só existe um motivo para que a separação seja necessária. E qual seria? Já sabe? Eu aposto que não. Eu não imaginei!

Pouco antes de tudo ficar preto, quer saber a última coisa que me passou pela cabeça? VOCÊ!

Sinopse: Skoob

Nenhum comentário

Obrigada pela atenção. Assim que possível estarei respondendo :)

Tecnologia do Blogger.